Escrito por 17:23 Brasil, Curitiba, Política

Gustavo Fruet deve aumentar, mais uma vez, a tarifa do ônibus em Curitiba

Compartilhe
Fruet deve aumentar, mais uma vez, a tarifa do ônibus

Fruet usou transporte coletivo no dia sem carro

Nesta terça-feira, 29, a Urbs anunciou que a tarifa técnica do transporte coletivo vai subir. A cada passagem de ônibus paga, R$ 3,66 vai para os cofres das empresas de transporte, valor ainda menor que a tarifa cobrada dos passageiros (R$ 3,8). As empresas pressionavam por um valor maior. As informações são do Bem Paraná.

Já no começo do mês de março o sindicato das empresas havia anunciado que protocolaria um pedido para o aumento da tarifa técnica depois de, em fevereiro, motoristas e cobradores de ônibus chegarem a um acordo com empresários do setor e conquistarem um reajuste salarial de 11,3%.

Foi essa negociação com os trabalhadores, aliás, que acabou atrasando o anúncio da nova tarifa técnica. Por contrato, o valor repassado às empresas é reajustado em fevereiro, mas as negociações com motoristas, cobradores e empresas acabou adiando a definição.

Agora, fica a expectativa para se saber sobre a possibilidade de um novo aumento na tarifa paga pelos passageiros.

O último reajuste da tarifa do transporte em Curitiba foi anunciado no dia 29 de janeiro, com a passagem subindo de R$ 3,30 para R$ 3,70. Na época, a própria Urbs admitia a possibilidade de um novo aumento devido às negociações salariais envolvendo as empresas e os motoristas e cobradores de ônibus. O salário dos trabalhadores representa quase 50% da tarifa-técnica repassada aos empresários.

Se rejeitar aumentar novamente a passagem do ônibus, a Urbs tem a seu favor o argumento de que o reajuste dos trabalhadores foi abaixo do último reajuste tarifário (11,3% x 12,12%). Poderia, no entanto, ter de enfrentar novas pressões por parte das empresas, as quais ainda não se sabe qual será a reação com o aumento abaixo do desejado na tarifa técnica.

Foto Everson Bressan

Close