por 10:47 Sem categoria

Guarda Municipal de Foz desvirtuada

O ex-diretor da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu, Joel Batista da Silva, um dos da instituição em 1993, enviou mensagem à Câmara lamentando a situação em que se encontra o órgão. Silva teceu severas críticas à servidora Dilva Delinski, nomeada pelo prefeito Paulo Mac Donald para a diretoria operacional. Segundo ele, a mesma não tem conhecimento da atividade policial e compromete o funcionamento do órgão. O resultado é o aumento da criminalidade e violência nos bairros e deteriorização da GM. O ex-diretor lembra que ao implantar o programa “Xerife do Bairro”, que nada mais é que uma cópia do projeto “Povo” do governador Roberto Requião, tudo começou a desandar na instituição e cita como erro a escolha de guardas menos preparados para funções de chefia interna e externa. “A hierarquia é a mola mestra para o bom desempenho das obrigações. Graduados altamente preparados foram deixados de lado e ignorados e coisas graves passaram a acontecer”, aponta o documento. Confira outros detalhes da manifestação clicando em Reportagens.

Fechar