Escrito por 14:00 Curitiba

Greca determina retorno imediato de número de ônibus em circulação e tabelas normais

Compartilhe

O prefeito Rafael Greca determinou, nesta sexta-feira (20/03), a severa apuração de responsabilidade sobre a aglomeração de pessoas em alguns terminais da cidade. De acordo com o prefeito, estão sendo investigadas as causas do problema. “É inaceitável que a população tenha que ser submetida a essa superlotação em um momento de pandemia de novo coronavírus. Vamos investigar”, disse o prefeito. As informações são do Bem Paraná.

Greca determinou o imediato retorno das tabelas normais dos ônibus.

Na quinta-feira (19/3), a Urbanização de Curitiba (Urbs) havia anunciado a alteração de tabelas em função da redução de 37% na demanda de passageiros nos últimos dias – medida já cancelada.

A surpresa por parte da Urbs foi que as linhas em que foram verificadas aglomeração nos terminais não estavam contempladas nessa mudança: Expressos, Linha Direta Inter 2 e Ligeirões. Essas linhas deveriam continuar a operar normalmente, justamente porque são de grande fluxo de passageiros.

Estão sendo verificadas diversas possibilidades para a superlotação nos terminais: corte ou atraso determinado pelas empresas, greve velada promovida pelo sindicato ou erro grave de tabelas de ônibus nas linhas sob responsabilidades da URBS,  com abertura de procedimento administrativo.

Ainda será verificado o  impacto na Rede Integrada de Transportes de cortes metropolitanos no Transporte Urbano de medidas de redução realizadas pela Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), órgão estadual.

Medidas

A Urbs já anunciou uma série de medidas para prevenir a disseminação do novo coronavírus. Foi reforçada a limpeza de ônibus, estações tubo e terminais e a distribuição de álcool gel a cobradores.

Cartazes falando da importância da prevenção foram anexados nos ônibus, bem como áudios nos biarticulados e mensagens nas estações tubo.

Close