Escrito por 12:01 Chico Brasileiro, Destaques

Governo federal garante recursos à saúde de Foz do Iguaçu para reabertura Ponte da Amizade

Compartilhe

Em Brasília, o Ministério da Saúde garantiu ao prefeito Chico Brasileiro (PSD) os insumos e recursos necessários para arcar com os custos na manutenção do Hospital Municipal para a reabertura da Ponte da Amizade na fronteira com o Paraguai em Foz do Iguaçu. Brasileiro conversou com representantes do ministério e da reunião participaram ainda o vice-prefeito Nilton Bobato (MDB) e o deputado Paulo Marins, presidente do PSC no Paraná.

“Tratamos sobre o melhor cenário possível para reabertura da Ponte da Amizade, em termos de estrutura hospitalar, equipes e equipamentos. Conquistamos alguns avanços na questão de credenciamento dos leitos de UTI Covid e confirmamos a informação de que teremos mais equipamentos de respiradores, para a reabertura segura da Ponte”, disse Chico Brasileiro.

O Ministério da Saúde, segundo Bobato, reconhece que com a reabertura da ponte, o sistema de saúde da cidade poderá ficar sobrecarregado com o risco do colapso. “O governo federal nos garantiu que vai renovar a habilitação dos leitos de UTI já existentes, além de garantir que poderá habilitar mais 20 leitos se for necessário”, disse o vice-prefeito. Além disso, o órgão adiantou que pode fornecer equipamentos.

Protocolo – O governo federal, no entanto, afirmou que não terá condições de disponibilizar profissionais de saúde para atuar em Foz do Iguaçu. “O Ministério da Saúde não poderá garantir a ajuda com recursos humanos, que é um dos nosso principais problemas para ampliação de leitos” disse Bobato.

Chico Brasileiro informou que os ministérios da Saúde e de Relações Exterior se comprometeram a levar em conta as reivindicações de Foz do Iguaçu para definir o protocolo de segurança sanitária que será implantado em parceria com o Paraguai. “O governo se comprometeu de manter Foz do Iguaçu informada e ouvida em todas as fases da negociação” disse.

A prefeitura reconhece que a retomada econômica da fronteira necessita da reabertura da Ponte da Amizade. No entanto, demonstrou a preocupação para que o protocolo seja bem definido para garantir que o sistema de saúde não seja colapsado.

Após a reunião em Brasília, Chico Brasileiro esteve em Curitiba e colocou o governador Ratinho Junior e  equipe a par da situação.

Close