por 10:30 Brasil, Destaques, Política

Governo federal envolve 4 ministros nas negociações com a China para a liberação de insumos

Nota divulgada na noite desta quarta-feira (20) pelo Ministério das Comunicações confirma que vem tratando com autoridades chinesas sobre a liberação de insumos para a produção da vacina Coronavac no Brasil. “Ressalta-se que o governo federal é o único interlocutor oficial com o governo chinês”, enfatiza.

“O governo federal vem tratando com seriedade todas as questões referentes ao fornecimento de insumos farmacêuticos para produção de vacinas (IFA)”, afirma a nota distribuída pelo governo, em resposta a notícias que davam conta do alheamento dos seus integrantes em relação ao problema.

A nota revela, inclusive, que o Ministério das Relações Exteriores, além do próprio ministro Ernesto Araujo e por meio da embaixada do Brasil em Pequim, tem mantido negociações com o Governo da China”, acrescenta o comunicado. “Outros ministros do governo federal têm conversado com o embaixador (da China) Yang Wanming”, complementa.

O governo informou também que nesta quarta-feira foi realizada com o embaixador Yang Wanming uma conferência telefônica com participação dos ministros da Saúde, Eduardo Pazuello, da Agricultura, Tereza Cristina, e das Comunicações, Fábio Faria.

A ministra da Agricultura é uma das autoridades mais importantes nas relações comerciais entre China e Brasil, que abastece de alimentos grande parte da população daquele país asiático. A presença nas negociações do ministro das Comunicações também é importante em razão do seu papel central na definição da tecnologia 5G no Brasil, na qual a China é um dos maiores interessados.

Fonte: Diário do Poder

Fechar