por 10:55 Sem categoria

Governo do Paraná repudia postura do Sindicato dos Jornalistas

Governo do Paraná repudia postura do Sindicato dos Jornalistas 

Mais uma vez o Sindicato dos Jornalistas posiciona-se contra os princípios pelos quais deveria zelar. Na terça-feira, dia 12, na reunião semanal do Secretariado, o Governo demonstrou que reportagem veiculada pela rádio Band News, sobre a compra de televisores pela Secretaria Estadual de Educação, era um equívoco só, de cabo a rabo.

Ancorada em leitura incompetente das leis que ordenam as licitações e amparada em depoimentos de “especialistas”, parte deles estranhamente não identificada, a reportagem revelou-se um canhestro amontoado de disparates.

O secretário Maurício Requião desmontou ponto por ponto a constrangedora coleção de bobagens reunida pela emissora. É impossível para quem acompanhou a explicação do Governo defender quem produziu a reportagem. Quer dizer, mais uma vez, como em outras ocasiões o Sindicato não se preocupou em buscar a verdade nos fatos, regra vital para o jornalismo.

Será que é preciso lembrar ao Sindicato que a matéria mentiu – este é o verbo, cru assim, sem rebuço, sem eufemismo – várias vezes? Mentiu por exemplo quando disse que algumas empresas que participaram da licitação não estavam legalmente registradas. Mentiu outra vez quando afirmou que o procedimento licitatório para a compra das Tvs não exigiu documentos de habilitação dos concorrentes.

E errou uma, duas, dezenas de vezes quando ouviu especialistas mal informados, ignorantes da matéria, dando foros de verdade às sandices por eles ditas.

E foi parcial, revelando a clara intenção da matéria, a não ouvir o Governo; “o outro lado”, tantas vezes exigido pelo Sindicato em suas já famosas e lamentáveis notas.

Dona da verdade, arrogante, prepotente a reportagem desprezou, não levou em conta qualquer possibilidade de estar cometendo, como cometeu, um grosseiro, estúpido erro. E o Sindicato coonestou o mau jornalismo.

Na verdade, outra vez, o Sindicato guiou-se por sua notória má vontade em relação ao Governador Roberto Requião. A verdade não interessa. O erro de jornalistas não deve ser corrigido. E qualquer reparo que o Governo faça à reportagens claramente tendenciosas é recebido com as costumeiras ofensas da entidade.

Pior ainda, o Sindicato chega ao absurdo de sugerir que o Governo se cale diante de inverdades e busque apenas a via judicial para reparação de más informações, de mentiras, de calúnias, de distorções veiculadas pela imprensa.Como até mesmo o Sindicato sabe, buscar restabelecer a verdade judicialmente é um longo e, às vezes, penoso processo. Coisa de anos.

O Sindicato vai além em sua inacreditável pretensão: ousa censurar o Governo por usar meios de comunicação públicos para restabelecer a verdade dos fatos.

Com um Sindicato assim, pensando assim, agindo assim, devemos sim preocupar com a liberdade de informação. O Sindicato solidariza-se com o erro, repudia quem busca restabelecer a verdade e afronta os princípios básicos do exercício do bom jornalismo. Por exemplo, buscar a verdade nos fatos.

Benedito Pires
Assessoria de Imprensa do
Governo do Paraná

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com