Governador e prefeito visitam Condomínio do Idoso em Foz, com mais de 80% das obras concluídas

O condomínio é resultado de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Cohapar, e a Prefeitura, que ficará responsável pela administração das moradias

Além de uma moradia digna para as pessoas de idade mais avançada, o Condomínio do Idoso representa, segundo o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, a possibilidade de promover entre os moradores uma convivência que trará benefícios à saúde e ao bem-estar. Acompanhado do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, o prefeito visitou a construção, que será concluída nos próximos meses.

Durante a visita, na tarde desta terça-feira, 16, o governador falou sobre a importância de olhar para os idosos, especialmente os de menor renda, que não conseguem financiamento para a casa própria devido à idade. O condomínio é uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e a Prefeitura de Foz do Iguaçu.

“O idoso, muitas vezes, não tem condições de pagar, sozinho, um aluguel caro. A ideia é reduzir o gasto mensal do idoso e proporcionar esse ambiente onde ele pode viver sozinho, ou com seu cônjuge, e ter convivência com outras pessoas da mesma idade”, afirmou o governador.

Visita do governador Ratinho Junior ao condomínio do Idoso

“Esse condomínio, em especial, representa muito para Foz do Iguaçu, porque vem atender um público extremamente vulnerável”, ressaltou o prefeito. Os idosos contemplados com as casas irão pagar pela moradia apenas 15% do salário-mínimo, o que hoje equivale a R$ 156,75.

O governador lembrou que, em breve, será iniciada a construção de mais 100 unidades habitacionais em Foz do Iguaçu pela parceria entre Cohapar e Prefeitura, no Lagoa Dourada, também na região de Três Lagoas.

Estrutura

O Condomínio do Idoso, no bairro Três Lagoas, conta com 40 unidades habitacionais de 42 metros quadrados em loteamento fechado, e está com mais de 80% das obras prontas. Só falta a conclusão dos acabamentos elétricos, hidráulicos, e das calçadas e jardins.

A Prefeitura fez a doação do terreno para a construção das casas e também ficará responsável por atendimento médico, fisioterapia, psicologia, e, eventualmente, disponibilizar uma unidade móvel para acompanhamento dos moradores.

Os idosos terão à disposição no condomínio estruturas como horta comunitária, academia ao livre, quiosque, bancos de repouso e um centro de convivência com biblioteca, cozinha com churrasqueira e salão de jogos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TCU aprova concessão do Parque Nacional do Iguaçu

O TCU aprovou a proposta de concessão do Parque Nacional do Iguaçu. O relator Vital do Rêgo considerou que ICMBio atendeu, com ressalvas, o edital proposto. O tribunal fez diversas determinações que terão de ser cumpridas previamente à publicação do edital de concessão. O TCU estabelece que a minuta de contrato de concessão restrinja a aplicação do mecanismo de arbitragem para solução de controvérsias relativas a direitos patrimoniais. (foto 7)

Os três órgãos (ICMBio, Ministério do Meio Ambiente e SPP) terão de providenciar, entre outras correções, a previsão, na minuta de contrato de concessão, da obrigatoriedade de a concessionária tornar disponível ao público, periodicamente, relatórios sobre os serviços prestados pela concessionária que administrará o parque.

Governo lança editais para 2 novos Centros de educação

O Governo do Paraná lançou o edital de licitação para retomar a construção da nova unidade do Centro Estadual de Educação Profissional Londrina. Somado aos editais dos centros de educação de Maringá e Medianeira, também publicados neste mês, o investimento inicial prevê R$ 45 milhões para conclusão das escolas.