Written by 14:55 Sem categoria

GILMAR, MENTES?

Um software de análise de voz da Truster Brasil dissecou três minutos da entrevista do ministro Gilmar Mendes veiculada na segunda-feira (28) pelo canal “GloboNews”. O relato feito pelo magistrado sobre o encontro com o ex-presidente Lula e o ex-ministro Nelson Jobim, segundo a reportagem veiculada pela UOL, inclui 11 ocorrências de “alto risco”, cinco de “provável risco” e duas de “baixo risco”.

”Alto risco é uma maneira de dizer que a pessoa está mentindo”, afirma o perito responsável pela análise, Mauro Nadvorny. A tecnologia da Truster detecta sinais de tensão, estresse, medo, embaraço e excitação em arquivos de voz que permitem estabelecer uma escala de veracidade da narrativa oral.

No caso de Mendes, o laudo técnico de sua versão sobre o polêmico encontro registrou alto risco de fraude nos trechos em que o ele diz: a) que o mensalão “entrou na pauta das conversas”; b) que “o presidente Lula tocou várias vezes na questão da CPMI” e c) no trecho em que Mendes disse não ter “nenhuma relação, a não ser relação de conhecimento e de trabalho funcional com o senador Demóstenes”.

A avaliação técnica foi reforçada nas últimas horas pelos ‘ajustes’ que o dono da voz vem introduzindo em aspectos centrais do relato original (Leia aqui ). A julgar pela esmagadora maioria dos que respondem à enquete proposta pelo blog do Emir (leia ao lado) há também forte convergência entre o diagnóstico do software da Truster e o discernimento público.

do site da Carta Maior, extraída do Blog do Zé Beto

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close