por 09:37 Sem categoria

GALINDO COBRA METAS DE BETO RICHA

Na coluna deste sábado (17), Rogério Galindo da Gazeta do Povo, sugeriu algumas metas à Beto Richa (PSDB) que podem ser incluídas nos contratos de gestão firmados pelo prefeito com seu secretariado. Leia a nota na íntegra:

"O prefeito Beto Richa assinou recentemente contratos de gestão com seus secretários. Para cumprir as metas, os administradores vão ter de melhorar o desempenho de várias áreas da prefeitura. Muito boa iniciativa. Para ajudar, a coluna sugere alguns objetivos que poderiam ser incluídos no contrato:".

– Licitações que hoje duram perto de uma década agora devem ser resolvidas em, no máximo, um ano. Exemplo: a seleção de empresas de ônibus, exigida pelo Ministério Público em 2001, poderia dar um passinho para frente – coisa que os passageiros quase nem conseguem mais fazer.

– Reduzir as relações da prefeitura com financiadores da campanha do prefeito. Motivo: No mandato anterior de Beto Richa, a Camargo Correa, uma das maiores doadoras do comitê do prefeito, levou o contrato da Linha Verde, maior obra da gestão. A empresa de shoppings de Salomão Soifer contribuiu. E a Praça do Batel, que atravancava o caminho do Água Verde até o novo empreendimento do grupo, foi cortada ao meio. Coincidência? Pode ser. Mas seria de bom alvitre evitar outras coincidências do gênero.

– Diminuir o descompasso entre o discurso e a prática em pelo menos 50%. Como fazer: demitir metade dos secretários que não têm nenhuma relação com as pastas que ocupam e que foram chamados apenas por indicação política ou por nepotismo. Numa prefeitura que diz primar pela “profissionalização da gestão” seria um bom começo.

Fechar