0 Shares 1294 Views

Fruet representa novo PT em Curitiba

12 de julho de 2019
1294 Views

 

O deputado federal Gustavo Fruet (PDT) se aliou novamente ao PT e também ao PSB e votou contra a reforma da Previdência. Dos paraenses foram seis votos contrários: Fruet, Aliel Machado (PSB), Enio Verri (PT), Gleisi Hoffmann (PT), Luciano Ducci (PSB) e Zeca Dirceu (PT). Para quem acompanha a política mais de perto de Curitiba, o pedetista está coerente com seu recente histórico e ligação estreita com o petismo e os partidos de esquerda. O PT foi o principal aliado e principal parceiro na desastrosa administração que Fruet fez na prefeitura de Curitiba entre 2013 e 2016. As informações são do blog do Fábio Campana.

“Em relação a reforma da previdência, é bem provável que serão necessários ajustes futuros. O impacto fiscal é certo. Porém será necessário acompanhar se esta reforma promoveu justiça social”, disse Fruet na redes sociais ao tentar disfarçar sua posição contrária a reforma.

“Esse sujeito acha que está enganando quem??”, reagiu um eleitor nas redes sociais.

A decepção com Fruet se estende aos eleitores que esperavam encontrar o velho Fruet de guerra no seu retorno a Câmara dos Deputados. O pedetista que se notabilizou no combate aos corruptos do PT, hoje anda apagado, longe dos temas e da agenda do momento, e se preocupa com assuntos periféricos.

A explicação seria o pacto de sangue que fez com o próprio PT, em 2012, para vencer as eleições a prefeitura e que pretende repetir em 2020. A aliança com o PT tumultuou a gestão e Fruet fez uma administração Pífia. Chegou a anunciar o metrô com Dilma e Gleisi e não foi nem ao segundo turno das eleições de 2016.

No seu retorno à Brasília, junto com Carlos Lupi e Ciro Gomes, ficou na oposição aos programas de reformas liderado pelo presidente Jair Bolsonaro. Fruet é contra a reforma da Previdência – medida que reduz drasticamente os privilégios de parte dos servidores públicos e acaba com as injustiças nas aposentadorias.

Nos ataques que o ministro da Justiça e Segurança Pública, o paranaense Sérgio Moro, enfrentou por horas e horas na Câmara dos Deputados, Fruet não foi visto na linha de frente na defesa de Moro, como outros deputados da bancada estadual. Se omitiu, se escondeu e fugiu das câmeras. “Curitiba, a capital da Lava Jato está decepcionada”, reagiu outro eleitor.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.