por 14:29 Chico Brasileiro, Destaques, Empregos, Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional

Frentes de trabalho abrem mais de três mil vagas em Foz do Iguaçu

A instalação de um canteiro de obras para a construção da Perimetral Leste deve abrir 200 vagas para diversas ocupações (serventes, pedreiros, carpinteiros, motoristas, motoristas) aponta para a importância das obras públicas na criação novos de empregos e na retomada da economia em Foz do Iguaçu. Entre as obras estaduais, federais e municipais, as frentes de trabalho abriram a contratação de mais de três mil trabalhadores.

Até final de março ou início de abril, uma nova frente de trabalho será aberta com a duplicação dos oito quilômetros da Avenida Cataratas. Uma obra financiada pela Itaipu Binacional, sob a coordenação e fiscalização do Governo do Estado, através do DER (Departamento de Estradas de Rodagens).

A maior parte das obras federais e estaduais, até municipais, é custeada pela Itaipu. Em nota à imprensa, a binacional afirma que são mais de 30 projetos em diversos segmentos, que movimentam a economia, geram empregos com um investimento de mais de R$ 1,4 bilhão.

“Juntas, as obras estruturantes criaram 1.400 empregos diretos e outros mil que serão criados no início da operação desses empreendimentos, como a segunda ponte, a Perimetral Leste, o Mercado Municipal, a reforma da Delegacia da Mulher e melhorias e ampliação do aeroporto, entre outras”. diz a Itaipu.

Força-tarefa – “Sabemos o valor de abrir frentes de trabalho neste momento. Na Itaipu, fizemos uma grande força-tarefa para que tudo volte o mais rapidamente possível à normalidade”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

Outras frentes de trabalho foram criadas pelo Governo Estado com a ampliação dos pavilhões da penitenciária estadual, a construção da nova cadeia pública e da implantação do condomínio do idoso. Há uma semana, a Cohapar assinou a ordem de serviço para a construção de mais 100 casas na cidade.

A prefeitura também abriu novas frentes de trabalho com um conjunto considerável de obras nas áreas de mobilidade urbana, educação, saúde, meio ambiente e infraestrutura. O prefeito Chico Brasileiro costuma dizer que Foz do Iguaçu tem os maiores programas estaduais de habitação, esse financiado pelo governo federal, e de pavimentação asfáltica, principalmente nos bairros.

Mais obras – A meta de Brasileiro é asfaltar 100% da cidade nos próximos quatro anos, o que demanda a contratação de várias frentes de trabalho, junto as obras de drenagem em curso. Entre elas, a canalização da bacia do Rio Mimbi a drenagem no bairro Monjolo, região do Jardim Central e Parque Monjolo. 
Em 2021, Chico Brasileiro vai entregar a revitalização do Bosque Guarani, do Centro de Educação Ambiental do Iguaçu e do Horto Municipal e reforma do Terminal de Transportes Urbano. Vai entregar as obras de três novos Cmeis (centros municipais de educação infantil) no Profilurb, Loteamento Buenos Aires e Jardim Jupira.

Na educação em curso, estão a reconstrução da Escola Gabriela Mistral, a reforma e ampliação das escolas João Adão da Silva e Altair Ferraz “Zizo”. “Transformar Foz do Iguaçu num canteiro de obras públicas vai contribuir, em muito, na retomada da economia  e na criação dos empregos esperados”, defende Chico Brasileiro.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com