por 14:43 Sem categoria

Foz e Cascavel poderiam ter 2.º turno

Cadastramento eleitoral
Foz e Cascavel poderiam ter 2.º turno

Curitiba, Londrina, Maringá e Ponta Grossa têm mais de 200 mil eleitores, requisito para a realização da segunda etapa de votação

Quatro cidades do Paraná terão eleições em primeiro e segundo turno nas eleições municipais deste ano, mas a matemática mostra que poderia acontecer em seis. Atualmente, Curitiba, Londrina, Maringá e Ponta Grossa têm mais de 200 mil eleitores, pré-requisito para a abertura de uma segunda etapa da eleição entre os dois candidatos mais bem votados – quando nenhum concorrente alcança a maioria dos votos válidos. Contudo, poderiam estar na lista também as cidades de Foz do Iguaçu e Cascavel. Além de prestígio no cenário político, a cidade que realiza segundo turno legitima o eleito por ter recebido o apoio da maioria dos moradores.

As duas cidades teriam potencial para cadastrar mais eleitores do que o registrado atualmente. Pela estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Foz do Iguaçu tem 5 mil moradores a mais do que Ponta Grossa, apesar de ter 28 mil eleitores a menos, segundo o cadastro do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Já Cascavel teria 285 mil habitantes – pelos cálculos do IBGE –, o que equivale a cinco mil moradores a mais do que tinha Ponta Grossa em 2004, quando alcançou a marca dos 200 mil eleitores.

Foz e Cascavel também estão na lista das 20 cidades com menor proporcionalidade entre número de eleitores e moradores. Na média, as localidades que conseguiram romper a barreira dos 200 mil votantes têm 71% da população com título de eleitor. Se seguissem essa proporção, Foz teria 220 mil eleitores e Cascavel, 202 mil.

O cruzamento de dados feito pela Gazeta do Povo aponta que apenas 57,9% dos moradores são votantes em Foz e 64,2% em Cascavel. Foz do Iguaçu é a 75ª cidade brasileira mais populosa, mas não está entre as 77 que terão segundo turno neste ano. Além de Ponta Grossa, outros municípios que teriam menos moradores já chegaram ao patamar dos 200 mil eleitores: Petrópolis (RJ), Guarujá (SP), Blumenau (SC), Rio Branco (AC), Uberaba (MG) e Volta Redonda (RJ). Também há três cidades teoricamente mais populosas do que Foz do Iguaçu que ainda não atingiram o número de votantes necessários para a realização de segundo turno: Itaquaquecetuba (SP), Ribeirão das Neves (MG) e Caucaia (CE).

Cascavel precisaria cadastrar 17 mil eleitores até 2012 – aumentando em quase 10% o total de votantes no município – para conquistar o direito de ter segundo turno. É uma meta que cidades aparentemente maiores, como Vitória da Conquista (BA), Paulista (PE) e Caruaru (PE) também ainda não alcançaram.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com