por 21:25 Chico Brasileiro, Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu amplia lockdown para mais um bairro: Cidade Nova

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) anunciou nesta segunda-feira, 22, o isolamento de mais uma região de Foz do Iguaçu. Agora já são dois bairros bloqueados na região norte da cidade. O outro é o Jardim Ipê.

Em outros bairros (Porto Meira, Morumbi e Três Lagoas) o horário de funcionamento será permitido até às 19h. A medida começa a valer na próxima quinta-feira, 25.

A transmissão comunitária vem aumentando gradativamente na cidade. Foram confirmados, nas últimas 24 horas, 39 novos casos. Com isso, Chico Brasileiro anunciou que o Cidade Nova, assim como parte da região do Jardim Ipê II – que foi isolado nesta segunda-feira – também entrará no lockdown por até 14 dias.

“É um sentimento que nos causa muita preocupação. Não podemos ficar esperando e vendo o que vai acontecer. Não tem governo que consiga vencer uma doença, uma desgraça como essa sozinho. Achar que governo vai resolver. Governo toma atitude, mas a principal atitude tem que ser sua. Na sua casa, família, bairro. Só se vence uma doença com a colaboração de todos”, disse Chico Brasileiro em live no facebook.

O prefeito também afirmou que em outras áreas como parte do Morumbi, São João, Três Lagoas e o Profilurb II (Porto Meira) terão ainda nesta semana, limitações no horário, com fechamento às 19h. Os detalhes serão anunciados nesta terça-feira, 23.

O que muda também é o horário do expediente do comércio de serviços não essenciais que agora limita-se às 22h, e não mais as 23h, como era anteriormente.

A medida poderá ser revogada com a evolução dos próximos dias – como, por exemplo, com a quebra da cadeia de transmissão do vírus na região.

Quem tem que ir trabalhar, ir até a uma unidade de saúde, ou a um comércio essencial, sendo limitado a uma pessoa por família – terá que comprovar efetiva necessidade.

Será realizado controle de temperatura e avaliadas as suas condições, para ver se as pessoas realmente possuem condições de sair do bairro.

Todas as ruas serão interditadas nesse perímetro e as barreiras funcionarão 24 horas com a presença da guarda municipal, exército, polícia militar, bombeiros, orientadores, agentes comunitários e equipe sanitária da saúde.

Fechar