por 13:40 Sem categoria

FÓRUM NACIONAL CONTRA O PEDÁGIO PARABENIZA TARSO GENRO POR MEDIDAS CONTRA O PEDÁGIO

Enquanto no Paraná as conversações sobre o pedágio andam em passos de tartaruga, no Rio Grande do Sul, o governador Tarso Genro (PT) recebeu carta branca da presidente Dilma Rousseff (PT), para determinar qual modelo de pedágios será implantado no Estado a partir de 2013, quando
vencem os atuais contratos com a iniciativa privada.

Em entrevista a uma rádio de Porto Alegre, Genro contou que conversou na quinta-feira (18), com a presidente Dilma, sobre os acontecimentos, no Estado, que envolveram os pedágios.

“E ela me autorizou a formatar um modelo e encaminhar ao Ministério dos Transportes”, comemorou o governador, que pretende mudar o modelo e consequentemente diminuir o preço das tarifas em, pelo menos, 50%.

“Parabenizamos o governador Tarso Genro por essa importante conquista. O Fórum Nacional já solicitou  uma audiência com o governador gaúcho para ‘emprestarmos’ o know how, já que as tratativas no Paraná estão emperradas”, desabafou o presidente do Fórum Nacional Contra o Pedágio, Acir Mezzadri.

LEIA MAIS

Siga o blog no twitter e no Facebook 

por 13:37 Sem categoria

FÓRUM NACIONAL CONTRA O PEDÁGIO PARABENIZA TARSO GENRO POR MEDIDAS CONTRA O PEDÁGIO

FÓRUM NACIONAL CONTRA O PEDÁGIO PARABENIZA TARSO GENRO POR MEDIDAS CONTRA O PEDÁGIO

Enquanto no Paraná as conversações sobre o pedágio andam em passos de tartaruga, no Rio Grande do Sul, o governador Tarso Genro (PT) recebeu carta branca da presidente Dilma Rousseff (PT), para determinar qual modelo de pedágios será implantado no Estado a partir de 2013, quando
vencem os atuais contratos com a iniciativa privada.

Em entrevista a uma rádio de Porto Alegre, Genro contou que conversou na quinta-feira (18), com a presidente Dilma, sobre os acontecimentos, no Estado, que envolveram os pedágios.

“E ela me autorizou a formatar um modelo e encaminhar ao Ministério dos Transportes”, comemorou o governador, que pretende mudar o modelo e consequentemente diminuir o preço das tarifas em, pelo menos, 50%.

“Parabenizamos o governador Tarso Genro por essa importante conquista. O Fórum Nacional já solicitou  uma audiência com o governador gaúcho para ‘emprestarmos’ o know how, já que as tratativas no Paraná estão emperradas”, desabafou o presidente do Fórum Nacional Contra o Pedágio, Acir Mezzadri.

Que “tem tudo e mais um pouco para acabar ou reduzir o pedágio no Paraná.  Assim como o Paraná, o Rio Grande do Sul também tem alguns imbróglios jurídicos com as concessionárias de pedágio.

Em 2009, a ex-governadora Yeda Crusius (PSDB) devolveu 1,8 mil quilômetros de rodovias no Estado para a União, justificando que não poderia arcar com uma dívida de R$ 1,7 bilhão cobrada pelas concessionárias por causa de “desequilíbrios financeiros” nos contratos.

Yeda chegou a propor a prorrogação dos contratos por mais 15 anos como forma de compensar as empresas, mas a medida além de impopular, foi contestada pelo Tribunal de Contas gaúcho, que recomendou que o governo reassumisse a fiscalização das rodovias. 

O Ministério dos Transportes argumentou que a operação era ilegal e desde então a população gaúcha não sabe a quem recorrer se constatar algum problema nos trechos em disputa. “Agora, parece que o impasse caminha para uma solução no Rio Grande do Sul. Enquanto que o Paraná, lamentavelmente, ainda não se mexeu”, diz Mezzadri.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com