0 Shares 334 Views

Pré-candidato a prefeito, Francischini quer cuidar dos curitibanos

18 de agosto de 2019
334 Views

O deputado estadual Delegado Francischini oficializou seu nome como pré-candidato a prefeito de Curitiba nas eleições de 2020. Ex-deputado federal e campeão de votos no Paraná como deputado estadual, ele fez o anúncio neste sábado (17), em um evento nacional de filiação do PSL, realizado em um espaço de eventos da capital.

“Nós tivemos na última eleição mais de 427 mil votos, sendo que boa parte deles, mais de 140 mil votos em Curitiba. Isso já fazia com que muitos conclamassem que eu fosse candidato em uma eleição majoritária pela primeira vez”, justificou.

Com a quantidade de votos, Francischini conseguiu, sozinho, quatro cadeiras de deputado estadual para o PSL e ajudou a garantir a maior bancada da Assembleia Legislativa para a legenda, com oito parlamentares no total.

“Curitiba é uma ótima cidade, teve boas gestões nas últimas administrações municipais. Mas a maioria dos prefeitos cuidou das obras e da cidade. E da mesma forma que o presidente Jair Bolsonaro está focado nas pessoas, em cuidar das aposentadorias, cuidar da volta dos empregos, nós queremos fazer a mesma coisa por Curitiba. Cuidar das pessoas que moram em Curitiba, cuidar da segurança, da saúde e de várias áreas”, afirmou.

Ele aposta que o alinhamento entre o Governo Federal, Estadual e a prefeitura será benéfico para a cidade, principalmente nas grandes ações que podem vir do governo federal.

Partido – O evento desde sábado teve como meta aumentar o número de filiados. “Hoje somos o maior partido do Brasil, o partido do presidente da República, que tem feito as reformas necessárias para a economia voltar a girar, os empregos voltarem. Nós temos o compromisso de termos candidatos viáveis nas cidades de todo o Brasil e por isso, lançamos nossa candidatura a prefeito de Curitiba”, afirmou Francischini.

Entre as autoridades presentes no evento estavam os deputados estaduais do PSL, como o Ricardo Arruda, Subtenente Everton, Luiz Fernando Guerra, Emerson Bacil e o deputado Federal Felipe Francischini, além da secretária-geral nacional do partido, Flavia Francischini.

“Tivemos um primeiro passo com a eleição do presidente Jair Bolsonaro e o PSL ganhou força. Agora é o segundo passo, com a filiação de novas pessoas interessadas nessa mudança que começou no Brasil. Na próxima eleição, eu peço aos candidatos do PSL que tenham propostas para cuidar das pessoas, tenham projetos sociais”, afirmou Flavia Francischini, que também preside o Conselho Fiscal do Provopar

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.