0 Shares 286 Views

Fernanda Richa anuncia R$ 45 milhões para a RMC

10 de fevereiro de 2017
286 Views

Boca Maldita: Fernanda Richa anuncia R$ 45 milhões para a RMC

As 29 cidades da Região Metropolitana de Curitiba vão receber R$ 45 milhões em 2017 para ampliar o atendimento social às famílias que vivem em situação de risco e vulnerabilidade social, anunciou nesta quinta-feira, 9, a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa.

“A parceria entre Estado e municípios possibilita que o atendimento chegue até pessoas que mais precisam da atenção e cuidado e por isso estamos reforçando o apoio técnico e financeiro para que as prefeituras possam executar as ações lá na ponta”, disse Fernanda na abertura do Encontro de Gestores de Assistência Social, no Palácio das Araucárias, em Curitiba.

Os recursos são destinados para a construção de três centros de referência de assistência social; para o atendimento de crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiência, moradores de rua, vítimas de violências, além de repasses diretos para fortalecer a política de assistência social nas cidades.

Parte do valor será destinada às ações do programa Família Paranaense, como o complemento de renda estadual que é transferido às famílias mensalmente.

PARCERIA O prefeito de Fazenda Rio Grande, Márcio Claudio Wosniak, disse que o encontro foi produtivo para promover a troca de experiências entre os gestores, e ressaltou a importância do apoio do governo estadual.

“É uma oportunidade de aprender corretamente como levar politicas públicas de qualidade para nossa população”, afirmou Wozniak. “Apesar de o Brasil viver toda essa crise, o Paraná dá condições para que nós, prefeitos, possamos executar projetos em parceria com o Governo do Estado, levando atendimento às famílias que necessitam em nossos municípios”.

AVANÇOS – Em cinco anos, a Secretaria da Família aplicou R$ 170 milhões nos municípios da RMC. O valor foi usado na construção de três Cras e seis Centros da Juventude – espaços onde jovens e adolescentes podem participar de atividades de esporte, lazer e cultura.

Também foram firmados 226 convênios para prestação de serviços de atendimento a idosos, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes (R$ 80 milhões). Além disso, as prefeituras receberam R$ 6,8 milhões para melhorar as ações de assistência social e pagar despesas de manutenção e consumo.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.