Escrito por 16:00 Sem categoria

Feira do Emprego teve 9.087 contratações

Mais de 86 mil pessoas foram atendidas 4ª Feira do Emprego e da Capacitação Profissional de Curtiba, promovida pela Prefeitura, na praça Osório. Nos dois dias de feira, sexta e sábado, foram encaminhadas 5.799 pessoas para cursos de capacitação e 9.087 saíram com vagas no mercado de trabalho.

“A Feira foi um sucesso e mostrou o esforço da Prefeitura em ajudar na busca da empregabilidade e da capacitação do trabalhador. Milhares de pessoas já conseguiram emprego, o que demonstra o bom resultado da feira”, disse o prefeito Luciano Ducci, que esteve na manhã deste sábado (5) na praça Osório, conversando com os trabalhadores.Para o secretário municipal do Trabalho e Emprego, Paulo Bracarense, a feira deste ano foi um sucesso pela quantidade de empregos ofertados, mais de 15 mil vagas, e também pelo número de pessoas que saíram para fazer um curso de capacitação.

Participaram da feira 47 empresas. A feira foi organizada pela Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego, com apoio das secretarias municipais Antidrogas, do Esporte Lazer e Juventude, da Saúde , dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Agência Curitiba e Fundação de Ação Social (FAS).

Oportunidade – A possibilidade de conseguir um emprego atraiu diversos trabalhadores. Foi o caso de Silvana Aparecida da Costa de Oliveira, 23 anos, que buscava uma vaga de auxiliar administrativo. A jovem, que está recebendo seguro desemprego, foi à Feira do Emprego com esperança de sair contratada. “Soube da Feira e vim correndo, porque todas as ofertadas da cidade estão reunidas aqui, o que facilita a busca de um novo emprego”, disse.

O vendedor Jurandir Oliveira, 45 anos, veio de Piraquara para tentar uma vaga na capital. “Aqui a gente não precisa ir de um lado para outro. E fica mais fácil escolher uma oferta, com mais tranquilidade”, disse.

Para Alex Junior, 18 anos, a Feira do Emprego é um estímulo para quem procura a sua primeira colocação no mercado. “Estou tendo várias opções para sair daqui empregado. Mas se não conseguir, posso também procurar um curso de capacitação para melhorar a minha empregabilidade”, disse.

Pleno Emprego – Em fevereiro deste ano, Curitiba manteve a menor taxa de desemprego do Brasil – 3,2% do conjunto dos trabalhadores. O percentual mostra que a capital do Paraná, há mais de um ano, vive um ciclo de pleno emprego. Os dados são IBGE/Ipardes. A taxa na Região Metropolitana ficou em 3,7%.

Curitiba é ainda responsável por mais de 89% dos empregos gerados nos últimos 12 meses. “Como historicamente, a taxa de Curitiba é 0,5% menor que a registrada na Região Metropolitana, a cidade mantém o ciclo do pleno emprego, ampliando a oferta de postos de trabalho e a economia aquecida”, diz o secretário municipal do Trabalho, Paulo Bracarense.

O chamado pleno emprego – apontam os economistas – é quando a taxa de desemprego ou desocupação oscila com percentuais inferiores a 4% e 5%. No caso de Curitiba, segundo Bracarense, o ciclo aponta para a qualificação dos trabalhadores e no crescimento dos salários.

Edições anteriores – A 3ª Feira do Emprego e da Capacitação Profissional, em 2011, registrou aumento de 42% no número de contratações em relação à edição de 2011. Das 5 mil vagas oferecidas no evento, 4,1 mil foram preenchidas. Em 2010, foram 2,4 mil contratações para 5 mil vagas ofertadas.

 

(Visited 1 times, 1 visits today)
Close