0 Shares 361 Views

Facebook retira do ar duas páginas de apoio a Jair Bolsonaro

2 de abril de 2018
361 Views
Facebook retira do ar duas páginas de apoio a Jair Bolsonaro

O facebook removeu na sexta-feira, 30, duas páginas de apoio ao deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Foi retirada do ar a página “Jair Bolsonaro presidente 2018” com mais de 800 mil seguidores, a segunda mais popular entre dezenas criadas para apoiar o presidenciável. A outra página removida foi “Jair Bolsonaro presidente 2.0”, com pouco mais de 70 mil curtidas. Procurado, o facebook não quis se manifestar. As informações são d’O Globo.

Dados da ferramenta CrowdTangle mostram que apenas as cinco maiores páginas de apoiadores do clã Bolsonaro — já excluindo a “Jair Bolsonaro presidente 2018” — somaram quase 56,5 milhões de interações nos últimos 12 meses, incluindo 16,5 milhões de compartilhamentos. Elas postam sobretudo vídeos e memes em apoio aos membros da família Bolsonaro e críticas a políticos de esquerda e adversários de Jair.

Segundo Pablo Ortellado, professor de Gestão de Políticas Públicas da USP, as duas páginas excluídas compartilhavam com seus seguidores basicamente links de três sites de “notícias ultra-engajadas” — portais que reciclam material da grande imprensa fazendo releituras de caráter ideológico. Porém, ele destaca que, ao contrário de outros presidenciáveis, os perfis oficiais da família Bolsonaro não compartilham esses links.

— Sites oficiais da família Bolsonaro nunca compartilham essas páginas. Bem diferente do que fazem candidatos progressistas, por exemplo. É algo sui generis, não conheço nenhum outro caso assim — disse.

Ortellado crê que as exclusões não tenham relação com os conteúdos compartilhados pelas páginas.

— Eu não creio que tenha sido qualquer tipo de conteúdo, porque o Facebook tem dito há muitos meses que não vão fazer o papel de juiz do que é verdade ou mentira — diz.

Bolsonaro afirmou que não foi comunicado sobre a retirada do ar das páginas. Mas, tomará providências.

— Nesta segunda-feira (hoje) entraremos em contato com o Facebook para nos informar melhor — disse o pré-candidato.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.