por 11:30 Curitiba, Segurança e Policial

Ex-marido de Tatiana teria pago R$25 mil pela morte da bancária em Curitiba

Segundo a polícia, o ex-marido de Tatiana Lorenzetti, Antônio Henrique do Santos, é suspeito de mandar matar a ex-companheira e pagar R$ 25 mil aos criminosos.

O crime aconteceu na segunda-feira (28), quando Tatiana Lorenzetti, bancária, saía do trabalho, uma agência da Caixa Econômica Federal, no bairro Capão Raso, em Curitiba, para almoçar. Tatiana Lorenzetti levou um tiro na cabeça e morreu no local.

Antônio Henrique do Santo foi preso temporariamente na terça-feira (29) e prestou depoimento sobre o assassinato da bancária.

De acordo com as investigações a motivação do crime foi a guarda da filha do casal que tinha em seu nome um seguro de vida, feito pela mão, ao qual o pai tinha interesse em administrar. Além disso o homem planejava a morte de Tatiana há três anos e chegou a falar com 30 pessoas em busca de um matador de aluguel.

“Ele tinha problemas com relação a guarda da filha, problemas com a pensão alimentícia e, posteriormente, a gente ficou sabendo que ele pretendia matar a mulher para ficar com um suposto benefício que a mulher teria feito em nome da filha menor”, explicou a delegada Vanessa Alice.

Fechar