por 17:49 Sem categoria

Estimados Colegas, Vamos dar um Basta!

Estimados Colegas, Vamos dar um Basta!

POR: Christiano F. Fernandes – MTB/Pr 6068
 
Sendo jornalista, venho através do presente documento, solicitar uma grande ação conjunta contra a tirania política adotada do: “Contra tudo e Contra todos”, que vem sendo construída diuturnamente ao longo dos últimos anos em Foz do Iguaçu.
 
Isto é fato. Alguns políticos e seus asseclas inescrupulosos iniciaram uma campanha para destruir a maioria dos meios de comunicação local e regional que atua no contraditório aos seus respectivos interesses particulares e isso tem que parar.
 
Pois, como se não bastasse ter parte da imprensa dominada ou extinta, conforme as últimas informações colhidas continuam ganhando força e realizando um esquema para impor seus interesses pessoais acima do interesse público. Desta vez, atacando cidadãos de linha de frente com anos de relevantes serviços públicos e voluntários prestados nas mais diversas entidades que atendem o social de nossa cidade.
 
Vale aqui lembrar que o regime de exceção no Brasil acabou em 1985, por ordem do então presidente da República, General: João Baptista Figueiredo. Portanto colegas, por favor, vamos honrar o que diz o Código de Ética do Jornalista.
 
Por essa razão, passo-lhes como sugestão de pauta, que compareçam no dia 17/12/2009, (próxima quinta-feira), a partir das 09h00 até 12h00, na sede do Conselho Comunitário de Saúde, (COMUS), para que de posse de seus equipamentos tecnológicos, presenciem e registrem tamanha e possível irresponsabilidade por parte de pessoas e políticos que usam do expediente da mentira, quando dizem representarem cada um de nós, cidadão e cidadã iguaçuense.
 
Segundo informe colhido, o fato vergonhoso poderá se concretizar neste fatídico dia, acima mencionado, se nada fizermos.
 
Para sua melhor informação, ressalto que certa parte deste golpe que prejudicará toda a sociedade iguaçuense, já está em andamento através de possíveis auxílios de um governante que obrigou uma instituição do Estado a se retirar do pleito e de um empresário local que pressionado por parte de um representante do Executivo Municipal, cedeu e igualmente se viu obrigado a retirar-se representativamente do pleito.
 
Portanto, faço aqui uma pausa para um alerta.
 
Se a população local não percebe que há muito tempo foi relegada ao quinto plano em importância para os políticos dos poderes, Executivo e Legislativo é dever nosso enquanto jornalista alertá-la.

Principalmente, por que nem mesmo tendo um comunista a bordo desse governo, estes se dignaram a lutar e fazer jus aos ensinamentos de Antonio Gramsci que afirmou em seu tempo, estarem errados os políticos que por má administração, hipotecavam o futuro de uma geração seguinte de alunos.

Por consequência de comparação e força do destino, politicamente fazendo jus ao partido poderiam sub-entender: “geração seguinte de cidadãos” que venham a depender de uma administração pública correta e honesta comprometida com o futuro do seu povo. Evitando a qualquer custo, apenas chegar ao poder e praticar políticas que são o avesso do mandato de classes recebido nas urnas. 
 
Também como jornalistas, devemos lutar por que somente assim iremos confirmar a toda a população, que há muito tempo Foz do Iguaçu vive mesmo é uma imensa disputa pessoal pelo poder, cujos interesses sociais, são apenas desculpas usadas por grupos da elite que dominam a cidade politicamente para chegar ao Poder.
 
Infelizmente, se os membros da imprensa que ainda resta digna nesta cidade não reagir, estaremos a partir de então, vivendo um triste quadro permanente, onde a ordem deixará de existir, o caráter desaparecerá e o que falará mais alto, será a “lei do cão”. GANHAR EM CIMA DE TUDO E DE TODOS!

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com