0 Shares 187 Views

Estado vai ampliar parcerias com cooperativas da região dos Campos Gerais, diz Cida

30 de julho de 2018
187 Views

A governadora Cida Borghetti confirmou a disposição do Estado em manter o diálogo com o setor produtivo para ampliar as parcerias e estimular novos negócios na região dos Campos Gerais. Cida recebeu nesta segunda-feira, 30, os presidentes das cooperativas Frísia Agroindustrial, Renato de Castro Greidanus; de Castrolanda, Frans Borg; e da Capal Agroindustrial, Erik Bosh; e o presidente do Sistema Ocepar, Paulo Roberto Ricken. “A região dos Campos Gerais tem muito potencial turístico, econômico e social que pode ser desenvolvido em conjunto com as cooperativas que já estão instaladas. Estamos abertos a ampliar o diálogo para novas parcerias”, afirmou a governadora.

Os dirigentes apresentaram à governadora projeto para ampliar a matriz energética dos Campos Gerais. A ideia é criar um parque eólico e uma usina de biogás para a destinação sustentável de carcaças de animais.

O projeto do parque eólico prevê a geração de 60 megawatts de energia, com capacidade de expansão para até 300 megawatts. Os estudos preliminares indicam que o Estado é o segundo melhor parque de ventos do Brasil e que a região comporta a usina.

Já o projeto de geração de energia através do biogás ainda está sendo desenhado pelas cooperativas. “Os projetos serão analisados com muita atenção pelas equipes técnicas do Estado e formaremos uma comissão para conhecer soluções similares e como elas se comportariam na realidade do Paraná”, afirmou a governadora.

“Precisamos estar unidos para que possamos explorar as potencialidades que cada região oferece”, acrescentou.

Para o presidente da Frísia Agroindustrial, Renato de Castro Greidanus, o Governo do Estado tem se mostrado disposto a acolher as demandas e propostas do setor produtivo. “O diálogo com o Governo do Estado é sempre muito produtivo. Percebemos que existe muita vontade de buscar soluções para abrir novas possibilidades de negócios no Estado. O Governo é um grande parceiro”, afirmou.

“O governo está muito receptivo a todas as ideias que foram apresentadas. Saímos satisfeitos do encontro”, disse o presidente da Capal Agroindustrial, Erik Bosh.

TURISMO – Além da matriz enérgica, foi discutido um novo programa para o fomento do turismo técnico na região com visitas aos parques industriais para apresentação das tecnologias utilizadas na produção de leite e carnes. “Podemos alinhar as ideias junto ao Governo. São inovações que podem fortalecer a região”, disse o presidente da Castrolanda, Frans Borg.

As três cooperativas formam a marca institucional Unium. Juntas, nos últimos 10 anos, investiram cerca de R$ 1 bilhão no Estado. Elas são beneficiadas pelo programa Paraná Competitivo.

PRESENÇAS- Também participaram do encontro os secretários estaduais de Esporte e Turismo, João Barbiero; o da Agricultura e Abastecimento, George Hiraiwa; e o presidente da Copel, Jonel Yurk.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.