0 Shares 660 Views 1 Comments

Escândalos das igrejas “caça-níquel”

26 de março de 2012
660 Views 1

Do Blog do Aroldo Murá

Os escândalos promovidos pelas igrejas “caça- níquel”, mas com caixa muito bem fornido, são  impressionantes. Bons meios de comunicação, como a revista “Veja” – recentemente – têm abordado exaustivamente  a questão. E não se diga que se trata de “perseguição aos evangélicos” ou a qualquer culto religioso.]

A própria rede Recorde, propriedade do bispo Edir Macedo,  fundador e chefe  da Igreja Universal do Reino de Deus, tem escancarado  flagrantes de lesa-fé de populações geralmente pobres e/ou desesperadas praticados por uma dessas igrejas.O deputado Mário Oliveira, de MG, ligado à Igreja do Evangelho Quadrangular, é mostrado por “Veja” por seu comportamento pouco recomendável a um ministro do Evangelho.IGREJA DE WALDEMIRO – É certo que, no caso da Recorde, concentrando agora  seus ataques à Igreja Mundial do Poder de Deus e a seu dono e fundador, o chamado apóstolo Waldemiro Santiago, a denúncia pode ter várias leituras, até porque a Universal, com freqüência, aparece no olho de furação parecido, acusada de  pecados semelhantes.

E mais: a Universal, apontam bons avaliadores do chamado “mercado da fé” (movimenta dezenas R$ bilhões anualmente no Brasil) estaria perdendo crentes para a igreja do “boiadeiro” Waldemiro, um semianalfabeto que hoje se desloca em jato particular e não esconde sinais de riqueza e fausto.A população de marginalizados e semimarginalizados socialmente está em busca dos milagres que a Igreja do Poder de Deus garante. Consequência  disso é a perda de membros da Universal para Waldemiro.

Será por isso que a Universal/Recorde espernea?NO LUGAR DO BINGOE Waldemiro, é bom recordar, foi por 10 anos pastor da Universal, da qual saiu há 11 anos para fundar seu próprio negócio eclesiástico,. No que tem sido muito bem sucedido. Em Curitiba, por exemplo, está instalada num dos pontos mais valorizados, no Batel, próximo ao Shopping Crystal, nas instalações de um bingo desativado.

É apenas um dos dezenas de templos que tem aqui. No mundo evangélico – e mesmo em publicações nacionais – corre a história de que Edir Macedo teria, anos atrás,  vetado a transferência do antigo pastor da Universal, Waldemiro Santiago, a Curitiba. A alegação: Waldemiro  não teria clima numa cidade como Curitiba “que não aceitaria  bem negros”. Waldemiro Santiago: o “boiadeiro” bem sucedido.

AS FAZENDAS – Um dos focos das denúncias da Recorde, que prometeu voltar à carga sobre o tema neste final de semana (a coluna é fechada na sexta-feira) foi a compra por Waldemiro de duas fazendas no Mato Grosso.Uma por R$ 29 milhões, outra, por R$ 20 milhões.A primeira foi registrada em nome do chamado apóstolo e de  sua mulher; a outra, em nome da Igreja Mundial do Poder de Deus.

A CONSTITUINTE – Na semana, um grupo de sociólogos comentava, em Curitiba,  com o ex-constituinte Euclides Scalco (foi ministro de FHC) que a Carta de 1988 ‘ perdeu uma boa oportunidade’ de disciplinar a questão da constituição de igrejas. “De tal forma como é hoje, criar igrejas é ato que demora 15 dias, não há burocracia e não se conhece negócio mais rentável(exceção ao narcotráfico) e melhor conduto para lavagem de dinheiro”, observou um dos interlocutores de Scalco.Scalco lembrou que nunca se poderia “imaginar, naqueles dias,  que as coisas atingissem esse patamar”.

Nos anos 1980, as igrejas que surgiam e se impunham não tinham ainda as marcas de muitas delas de hoje, lembrou o ex-ministro. Na discussão ficou claro que as igrejas protestantes históricas ou pentecostais idem, não estram nesse “furacão” de absurdos. São igrejas sérias, como a Congregacional, as batistas, as presbiterianas, as metodistas, as luteranas, a Episcopal  Anglicana do Brasil…

IGREJA CATÓLICA “ TEVE O PECADO” – No mesmo grupo,  comentário oportuno foi de um professor universitário. Ele disse lamentar que os neopentecostais de hoje não tenham “aprendido a lição histórica da Igreja Católica, com suas vendas de indulgências, causa da Reforma Protestante, a grande cisão do cristianismo no século16”. Para ele, “a Igreja Católica  teve posição de sabedoria, quando se desfez desse comportamento, o da pratica da simonia, a venda de ações do sagrado.” E conclui:”Mas os novas igrejas de hoje estão mostrando que os homens têm um fraco pelo Paraíso, que continua a ser vendido e comprado, pelas novas denominações e novos incautos”.

Mais notícias para você:



One Comment

Deixe um comentário

Your email address will not be published.