Escrito por 14:10 Luiz Claudio Romanelli

Entrevista de Romanelli na TV Assembleia sobre os acordos de leniência da Lava Jato com as concessionárias de pedágio

Em entrevista a TV Assembleia, o deputado Romanelli (PSB) reconhece que os acordos de leniência estão previstos em lei com o objetivo de preservar as empresas e punir apenas os empresários e profissionais envolvidos em irregularidades. Destaca a importância histórica dos trabalhos desenvolvidos pela Operação Lava Jato, mas observa que neste caso específico da Rodonorte, ele se revela lesivo, projetando um prejuízo de aproximadamente R$ 2,8 bilhões para o Estado ao deixar de contemplar a duplicação da BR-376 – Rodovia do Café – entre Apucarana e Ponta Grossa, um trecho de mais de 80 quilômetros, congestionado e com problemas diversos, e da PR-151, entre Ponta Grossa e Jaguariaíva.

“Para minha surpresa, ao ler o termo de leniência, verifiquei que o MPF trata isto no parágrafo 1º do artigo 7º como uma possibilidade de a Rodonorte concordar em ingressar na Justiça com ação civil pública com obrigação de fazer para discutir especificamente essa questão”, protestou, observando que foi contra os contratos de pedágio desde o início, no governo Jaime Lerner, e se recorda das inúmeras ações em que a Justiça decidiu em favor das concessionárias ao longo de mais de 20 anos, sempre com base em cláusulas contratuais.

(Visited 4 times, 1 visits today)
Close