por 15:27 Destaques, Foz do Iguaçu

Em Foz do Iguaçu, mulheres chefiam 40% dos cargos na prefeitura

Cerca de 40% dos cargos de primeiro e segundo escalão são comandados por mulheres na prefeitura de Foz do Iguaçu. Elas chefiam 44 áreas do setor público, sendo seis secretarias, duas autarquias e 36 diretorias – um dos maiores índices do Oeste do Paraná.

O compromisso com a igualdade se mostra na diversidade de setores onde há presença feminina. Na chefia das pastas: Maria Justina da Silva, secretária de Educação; Rosa Maria Jeronymo, secretária de Saúde; Kelyn Trento, secretária de Direitos Humanos e Relações com a Comunidade; Franciely Montemezzo, secretária de Trabalho, Juventude e Capacitação; Angela Meira, secretária de Meio Ambiente e Salete Horst, secretária da Fazenda.

Além disso, a equipe também conta com a diretora de Gabinete, Elaine Anderle; diretora do Fozhabita, Silvia Aparecida Palandi; diretora superintendente do Fozprev, Áurea Cecília da Fonseca; e diretoras em áreas como Comércio, Administração, Esporte, Finanças e Cultura. No quadro de servidores, 70% também são mulheres.

Os dados apontam um avanço da administração municipal no cumprimento à agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que entre as ações, possui a iniciativa ‘Planeta 50-50’, compromisso de garantir a paridade de gênero em cargos de liderança.

Vozes na Prefeitura

Em diálogos, cada uma das secretárias avalia esse cenário da busca por espaços cada vez mais importantes e sobre como o poder público deve se posicionar nessa luta.

Kelyn Trento – Direitos Humanos e Relações com a Comunidade: “A valorização e o reconhecimento da gestão municipal em cumprir a tão almejada equidade de gênero é essencial para avançarmos e termos uma sociedade plural e democrática. O pacto com o cumprimento dessa agenda da ONU é um motivo de orgulho”.

Rosa Jeronymo – Secretaria de Saúde: “Estamos presenciando um grande avanço em nosso município para cumprirmos a agenda 50-50. A igualdade de gênero, infelizmente, ainda não está tão próxima quanto queríamos, mas é com trabalho e conscientização que iremos conseguir. Temos a mesma capacidade que qualquer homem e vamos ocupar os nossos espaços”.

Franciely Montemezzo – Secretaria de Trabalho, Juventude e Capacitação: “Não podemos permitir que ditem com frases pejorativas onde é nosso lugar, o lugar da mulher brasileira é onde ela quiser, onde ela deseja estar, defendendo os seus ideais políticos, sociais e trazendo um pouco de leveza, do olhar feminino para as demandas públicas. É de suma importância esse olhar para a participação de todas nós cidadãs, deixando claro que isto é democracia, isso e gestão pública igualitária e de empoderamento”.

Angela Meira – Secretaria de Meio Ambiente: “O Dia da Mulher nos mostra como já conseguimos evoluir enquanto sociedade, mas também aponta que há muito para se fazer. Tanto mulheres quanto homens precisam refletir sobre a importância dessa igualdade, onde os espaços de poder sejam definidos pela competência, e não pelo gênero”.

Maria Justina – Secretaria de Educação: “Em nosso setor, a Educação, 91% do quadro de servidores e funcionários é composto por mulheres. É um motivo de orgulho e lembrança de que tudo isso foi conquistado com luta. Vamos continuar lutando para sermos presença maciça em todos os lugares”.

Salete Horst – Secretaria da Fazenda: “Para chegarmos a esses espaços foi necessário muito mais esforço do que qualquer outro. Os homens ainda ocupam mais cargos, contudo, vermos essa crescente de mulheres que não se calam e exigem direitos, é satisfatório. Temos que ser voz e levar outras mulheres a acreditar que também podem chegar”.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com