por 12:37 Sem categoria

EM FOZ COM SEGURANÇA E SEM ESPOSA

"Depois que comprovei o esquema, para se livrarem fecharam o esquema das contas CC5.  Permaneci mais um tempo em Foz, e uns banqueiros do cambio tentaram em comprar. Me ofereceram US$ 5 milhões. Nao aceitei. Ai fizeram um plano para me executar. Minha esposa gravida teve que ir embora. E eu passei a andar com quatro colegas de segurança. Depois sai de lá".

Mais um trecho da bombástica entrevista do delegado Protógenes Queiroz a Caros Amigos. Em tempo: um dos apontados pelo mega-esquema de corrupção, que beneficiava grupos norte-americanos, segundo ele, é o ministro da Agricultura Reinhold Stephanes, que à época estava à frente do Banestado, logo depois vendido à iniciativa privada.

Fechar