por 22:37 Brasil, Cotidiano, Entretenimento

Em Curitiba, Adriana Sydor lança ‘Salve o compositor popular’ na segunda, 19

foto_adriana

“Viva aquele que se presta a esta ocupação/ Salve o compositor popular”, escreveu Caetano Veloso em Festa Imodesta. Ele é um dos presentes nas crônicas de Adriana Sydor. Outros ícones locais e nacionais também compõem a compilação de textos no livro Salve o compositor popular, que será lançado dia 19 de dezembro (segunda-feira) no Dizzy Café, em Curitiba.

A ideia de reunir os textos de sua coluna e transformá-los em livro não pode-se dizer que é uma surpresa. O livro acabou se tornando uma homenagem a todos os que se dedicam à música e através dela narram nossas histórias. Cada crônica se concentra numa temática (saudade, despedida, casamento, morte etc.) e explora como cada umdos assuntos que regem nossa vida privada é tratado na MPB. Salve o compositor popular é uma espécie de resumo do espelho ou um guia de trilha sonora para cada situação.

Adriana Sydor tem íntima ligação com a música. Publicou uma coletânea para o público infantil – MPB para crianças. São dez pequenos livros, cada qual com um nome da nossa música. A seleção faz enorme sucesso e é adota em escolas. “Contrariando Noel, Adriana acredita que samba também se aprende no colégio”, diz Fábio Campana que assina a orelha e a edição.

Trabalhou durante 14 anos na Rádio Educativa, passou por várias funções. Dirigiu a rádio em seu melhor momento, dela foi a sacada de produzir programas de auditório.

Não teve um em que o teatro do Canal da Música não estivesse cheio. Era gente saindo pelo ladrão. Adriana Sydor organizava o movimento e orientava o carnaval. Os tempos de radialista passaram, dedicou-se à literatura, editou, organizou e escreveu livros. Adriana Sydor, toda prosa (2015), sua última publicação, agradou e confundiu os leitores com suas letras minúsculas.

Em Salve o compositor popular é impossível pegar qualquer crônica e chegar ao fim sem passar pelo Youtube ou cantarolar a música citada. Assim é o livro inteiro, repleto de ritmo e balancê.

Se não bastasse a boa escrita de Adriana, o livro tem o cuidado gráfico já conhecido da Travessa dos Editores, Oswaldo Miran assina a direção de arte com ilustrações de J.Bosco. Além das caricaturas, o leitor poderá encontrar uma porção de fotos da escritora com músicos como Paulinho da Viola, Waltel Branco, Dominguinhos, Roberto Menescal e o sumido Belchior.

Adriana Sydor

Foi diretora da rádio Educativa do Paraná, tratou do tema MPB na área de educação, para o Portal Educacional da Positivo Informática e para a Secretaria de Educação do Estado do Paraná e hoje assina a coluna de música da Revista Ideias e escreve no blog Mil Compassos.

Lançamento:
Salve o compositor popular – Adriana Sydor (Travessa dos Editores)
Onde: Dizzy Café (R. Treze de maio, 894)
Quando: 19/12
Horário: 19h

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com