Escrito por 08:03 Sem categoria • One Comment

Eleitores de Espigão Alto do Iguaçu vão as urnas duas vezes em 2012

Compartilhe

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná deverá marcar logo após o recesso forense, dia 09 de janeiro de 2012 a data da eleição direta no município de Espigão Alto do Iguaçu, em virtude da cassação dos mandatos do prefeito Osstap Andreiv e do vice Valdir Rodhem, por compra de votos nas eleições de 2008.

A decisão ocorreu no julgamento do mandado de segurança pelo Tribunal Superior Eleitoral, que defendeu a eleição direta. A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Nancy Andrighi, concedeu mandado de segurança ajuizado pelo diretório municipal do PSDB e pela Câmara de Vereadores, que solicitavam que a eleição suplementar na cidade ocorresse na modalidade direta.

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná já havia determinado a realização de eleição suplementar indireta para a escolha do prefeito e vice por considerar que os cargos ficaram vagos na segunda metade dos mandatos, quando o prefeito foi afastado.

Porém, de acordo com a ministra, como a Lei Orgânica do Município nada dispõe sobre a forma de eleição no caso de vagarem os cargos de prefeito e vice, “a forma direta é a que melhor se coaduna com a Constituição, pois se harmoniza com o princípio democrático, confere maior legitimidade aos eleitos, bem como imprime máxima efetividade à soberania popular”.

Desta forma, o presidente do TSE rejeitou a decisão do T.R.E do PR e fixou o pleito na forma direta.

PMDB na disputa

O grupo político do ex-prefeito José Nilson Zgoda (PMDB) e do ex-prefeito Agenor Bertoncelo (PMDB) aguarda a Justiça Eleitoral determinar todas as regras do pleito para então definir os nomes que irão disputar o mandato-tampão. Para o ex-prefeito Zgoda, que governou o município por dois mandatos consecutivos(1997/2000 e 2001/2004) é preciso respeitar os anseios da população, antes de definir um nome para a disputa.

Zé Zgoda e Agenor Bertoncelo (prefeito na gestão 2005/2008) são os dois nomes cotados dentro do PMDB para disputar a eleição suplementar e os nomes certos dentro do partido para as eleições de outubro de 2012.

Com informações de Carlos Lins, do Iguaçu Notícias

Close