0 Shares 147 Views

Econorte é notificada e deve retirar as cancelas extras

8 de outubro de 2019
147 Views

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão do governo do Paraná, notificou a concessionária de pedágio Econorte nesta segunda-feira (7) para que providencie a retirada de sonorizadores, lombadas e cancelas adicionais instalados próximos à praça de Jataizinho. Na justificativa da concessionária de pedágio, que fez a instalação na semana passada, a ideia era criar mais obstáculos para motoristas que queiram “furar” o pedágio, sem pagar a tarifa cobrada pela empresa. Também foram contratados seguranças particulares.

Após a notificação, a Econorte enviou nota à Gazeta do Povo em que afirma que os dispositivos de redução de velocidade “visam exclusivamente a segurança dos usuários que transitam pela praça de pedágio, estando os mesmos devidamente sinalizados”. A empresa acrescenta que busca junto ao DER “a melhor solução para garantir a segurança de todos usuários, bem como dos funcionários que trabalham na praça de pedágio.”

A praça de Jataizinho, na BR-369, tem a tarifa mais cara do Paraná – R$ 23,70 para carros de passeio e R$ 11,90 para motos. O Código de Trânsito Brasileiro estabelece que “evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio” é considerada infração grave, com previsão de multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.