por 12:01 Destaques, Michele Caputo, Saúde

“É mais um absurdo!”, diz Michele Caputo sobre novo atraso na entrega das vacinas

O deputado Michele Caputo *PSDB), coordenador da Frente Parlamentar sobre o Coronavírus, classificou nesta quinta-feira, 22, como “mais um absurdo” a nova previsão do Ministério da Saúde de vacinar até setembro os grupos prioritários na campanha nacional de imunização contra a covid.

“Antes o prazo era abril, depois passou para maio, agora somente em setembro. Esse novo prazo, essa nova expectativa só revela que o governo federal não se preparou e foi incompetente quando o assunto é vacinação contra a covid. Espero que os consórcios de prefeitos e também os Estados possam comprar o quanto antes as vacinas”, completa.

Michele Caputo lembra que ainda no ano passado, o governo federal rejeitou a proposta da farmacêutica Pfizer que previa 70 milhões de doses de vacinas até dezembro deste ano. Do total, 3 milhões estavam previstos até fevereiro. “Somente agora, em abril, que o Ministério da Saúde negocia a compra de mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer. A previsão é que o primeiro lote, de 1 milhão de doses, deve chegar ao Brasil neste mês”, disse.

Consórcios – Em quatro meses, os laboratórios no mundo inteiro já produziram um bilhão de doses e devem chegar a marca de mais um bilhão em um mês. O Brasil, até agora, aplicou 27,5 milhões da primeira dose. “Está tudo muito atrasado e a população brasileira está sofrendo muito, vidas estão sendo perdidas. Tudo por falta de organização do governo federal”, disse Michele Caputo, que lembrou que o números de óbitos da pandemia.

“Já chegamos perto das 400 mil mortes e 14 milhões de casos e a lerdeza marca a ação do governo federal. Temos que buscar alternativas, e rapidamente, através de consórcios de estados, municípios e até entidades”, disse Michele Caputo.

O consórcio da Frente Nacional de Prefeitos deve efetuar a compra de 30 milhões de doses de vacinas Sputnik V ainda este mês. O Paraná, junto com Rio Grande do Sul e Santa Catarina, já enviou em março oito cartas de intenção para diferentes  laboratórios para compra de 16 milhões, no primeiro momento, e que podem chegar a 33 milhões. “Não importa de onde a vacina venha, de qual laboratório for, desde que venha rápido”, disse Michele Caputo.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com