0 Shares 242 Views

‘É inadmissível desacatar a Justiça’, diz Cármen

1 de fevereiro de 2018
242 Views
‘É inadmissível desacatar a Justiça’, diz Cármen

Nesta quinta-feira, 1º de março, na sessão de abertura do ano judiciário de 2018, a presidente do STF, Cármen Lúcia, disse que é “inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem “Justiça não há paz”.

“Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é Justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, disse Cármen.

As informações são do Estadão.

“Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF.

A fala de Cármen foi feita uma semana depois de o ex-presidente Lula (PT) afirmar que “não tem nenhuma razão para respeitar a decisão” da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que viu a pena ser aumentada de 9 anos e 6 meses para 12 anos e 1 mês, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A presidente do Supremo, no entanto, não fez menção direta a nomes em sua fala.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.