Escrito por 12:00 Ponta Grossa

Duplicação da Rodovia Minérios começa segunda-feira e vai afetar o trânsito

A obra de duplicação e ampliação da Rodovia dos Minérios (a PR-092), uma das estradas mais violentas do Paraná, começa nesta segunda-feira (17) e vão afetar o trânsito entre Curitiba e Almirante Tamandaré, na região metropolitana. A pista da esquerda no trecho sobre a ponte do Rio Barigui será interditada, pouco antes do Contorno Norte. O custo da obra de 4,74 km é de R$ 90,6 milhões. O prazo de execução é de dois anos. As informações são da Tribuna Paraná.

Na via central da rodovia será implantado o pavimento rígido, constituído por placas de concreto, mais adequado para o grande volume de tráfego local. Cada sentido da rodovia terá duas faixas de 3,6 metros e acostamentos de ambos os lados.

No projeto está prevista a implantação de calçadas e ciclovia em ambos os lados da pista. Além disso, uma passarela para pedestres será construída no KM 10 em um trecho com grande movimento de moradores e estudantes da região.  

Protesto de moradores fixou cruzes pelas mortes na Rodovia dos Minérios em agosto de 2019. Foto: Átila Alberti / Tribuna do Paraná

Rodovia violenta

Uma das rodovias mais violentas do Paraná, a duplicação da Rodovia dos Minérios é um sonho antigo de moradores e motoristas que circulam pela via. Em agosto de 2019, um protesto instalou 250 cruzes na beira da estrada para lembrar todas as vítimas de acidentes na Rodovia dos Minérios.

A duplicação foi promessa de diversos governadores que nunca realizaram a obra. Em 2013, a obra chegou a ser anunciada pelo governador Beto Richa (PSDB). A empresa Votorantim, que tem uma fábrica de cimento na região, acabou desistindo do projeto.

Close