Written by 15:09 Sem categoria

Ducci autoriza obras para Ligeirão do Santa Cândida à Praça do Japão

O prefeito Luciano Ducci assinou nesta sexta-feira (13) a ordem de serviço para início imediato das obras de pavimentação e adequação das canaletas das avenidas Paraná, João Gualberto e Sete de Setembro que vão permitir a implantação da terceira linha do Expresso Ligeirão em Curitiba.

Desta vez será o Ligeirão Norte, que vai ligar o Terminal Santa Cândida à Praça do Japão com a previsão de transportar 50 mil passageiros por dia.

No lançamento das obras de implantação do Ligeirão Norte, o prefeito anunciou também a entrada em operação em Curitiba, na metade deste ano, dos primeiros ônibus híbridos da América Latina, movidos a biodiesel e eletricidade.“O hibribus representa uma redução de 80% na emissão de poluentes, um ganho considerável para o meio ambiente e para a saúde das pessoas”, afirmou.

Outra obra a ser realizada ainda neste ano é a da ampliação em quase 50% do Terminal Santa Cândida, o que permitirá ampliar a integração com municípios da Região Metropolitana.

O novo Ligeirão vai sair do Santa Cândida e parar nos terminais Cabral e Boa Vista e nas estações Passeio Público; Central; Eufrásio Correia e Osvaldo Cruz, com ponto final na Estação Bento Viana/Praça do Japão.

A rota do itinerário do Ligeirão Norte, que teve o início das obras nesta sexta-feira, terá 11 quilômetros de extensão e seis paradas. O tempo de viagem será de 25 minutos, 15 minutos a menos do que o deslocamento pelo Expresso convencional da linha Santa Cândida-Capão Raso que faz 14 paradas neste mesmo trajeto. A linha terá uma frota de 20 veículos – o novo biarticulado azul, maior ônibus do mundo, com capacidade para 250 passageiros – movidos exclusivamente a biodiesel.

“É mais uma importante melhoria do nosso transporte coletivo, beneficiando a  comunidade de toda esta região que terá um ganho significativo de tempo em seus deslocamentos. É mais um passo em grande projeto de mobilidade para o cidadão curitibano”, afirmou o prefeito, destacando a satisfação da população com os Ligeirões já implantados na ligação do Boqueirão e do Pinheirinho com a região central.

Início imediato – Luciano Ducci afirmou que as obras vão começar imediatamente com um cronograma voltado a causar o menor impacto possível no dia a dia da comunidade.

“É um esforço que fazemos juntos, a Prefeitura e a comunidade, para termos mais um Ligeirão na cidade. E no ano que vem vamos implantar o Ligeirão Leste, beneficiando as comunidades do Campo Comprido e do Centenário”, afirmou.

“O Ligeirão representa um grande avanço em nosso sistema de transporte e, gradativamente será implantado em todos os eixos. O prefeito Luciano Ducci já garantiu a implantação em um curto espaço de tempo de três linhas de Ligeirão, atendendo a 100 mil passageiros por dia”, afirmou o presidente da Urbs, Marcos Isfer.

Ele destacou a importância do trabalho técnico, das equipes envolvidas no projeto, e da vontade política do prefeito. “Esse avanço no nosso sistema de transporte vem sendo possível porque Curitiba tem a felicidade de contar com a soma da qualidade técnica com a contade política”, afirmou.

Para agilizar o início das obras de pavimentação e adequação das canaletas, a Urbs já fez a retirada, nesta quinta-feira (12) de duas estações no primeiro trecho a ser pavimentado. São as estações Holanda e Constantino Marochi, nos dois sentidos.

Durante as obras neste trecho, quem utilizava a Estação Holanda terá como opções as estações Antonio Cavalheiro ou Gago Coutinho, no Cabral/Boa Vista; e no caso da Constantino Marochi, as opções são Moysés Marcondes ou Maria Clara, no Alto da Gloria.

Além de pavimentação, será feito o desalinhamento das estações tubo no trajeto do novo Ligeirão, para permitir a ultrapassagem na canaleta. Com o desalinhamento, as estações de ida e volta deixam de ficar frente a frente, abrindo espaço para a faixa de ultrapassagem na canaleta.

As obras devem durar dez meses e serão feitas em lotes, com a desativação gradativa de estações tubo. Os 32 tubos das estações no trecho entre o terminal Santa Cândida e a Praça do Japão serão reformados, as calçadas serão refeitas e haverá melhorias na acessibilidade no entorno das estações. Novos elevadores serão instalados em todas as estações.

As estações Passeio Público, Central, Alferes Poli, Praça Osvaldo Cruz, Coronel Dulcídio e Bento Viana, além de reformadas, serão ampliadas para acelerar o embarque e desembarque.

Ao longo de todo o percurso a sinalização horizontal e vertical será refeita, incluindo a implantação de semáforos atuados pelos ônibus, para dar prioridade à passagem do Ligeirão.

Terceira linha – O Eixo Norte será o terceiro eixo a contar com o Expresso Ligeirão. O sistema foi implantado em 2009 na Linha Verde e, em março de 2010 no eixo Boqueirão, nos dois casos com ônibus articulados na cor vermelha com capacidade para 170 passageiros.

Em março do ano passado o prefeito Luciano Ducci entregou os novos Ligeirões – ônibus com capacidade para 250 passageiros e na cor azul, facilitando a identificação para o usuário. A entrada em operação do Ligeirão azul representou um aumento de 47% na oferta de lugares no sistema.

Pela Linha Verde/Marechal Floriano trafega a linha Pinheirinho-Carlos Gomes que faz oito paradas e com o tempo de viagem de 25 minutos, dez minutos a menos do que pelo Eixo Sul (formado pelas canaletas das avenidas Winston Churchill, República Argentina e Sete de Setembro). A linha Pinheirinho-Carlos Gomes transporta em torno de 34 mil passageiros por dia.

No Eixo Boqueirão, a ligação bairro-centro tem um tempo de viagem de 24 minutos, 15 minutos a menos do que pelo biarticulado vermelho e transporta 50 mil passageiros por dia.

Metrô – Ao começar as obras da terceira linha de Ligeirão da cidade, Luciano Ducci disse também que Curitiba já está pronta para dar andamento ao projeto do metrô que deverá estar implantado na região sul da cidade até 2016. “Só esperamos agora que a presidente Dilma assine a portaria para darmos início ao processo, o que deve ocorrer até o fim deste ano”, afirmou. Curitiba é uma das cidades selecionadas pelo governo federal para contar com financiamento para as obras do metrô.

A ordem de serviço para o início das obras de pavimentação das canaletas do Ligeirão Norte foi dada no Terminal Santa Cândida e teve a assinatura do presidente da Urbs, Marcos Isfer, e do secretário Municipal de Obras Públicas, Mário Tookuni.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close