por 16:38 Destaques

Documento na CPI mostra que Pfizer procurou embaixada do Brasil em agosto para ter resposta sobre oferta de vacina

Em 27 de agosto do ano passado, a Pfizer procurou a embaixada brasileira em Washington (EUA) para pedir ajuda junto ao governo brasileiro para obter uma resposta sobre a compra dos imunizantes pelo Brasil. A informação foi repassada pela embaixada ao Itamaraty, que recebeu a informação no dia seguinte.

O documento sigiloso foi enviado à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, no Senado, e obtido pela TV Globo.

As recusas do governo federal em responder a Pfizer são alvo da CPI da Covid. A cúpula da comissão entende que o Brasil já teria vacinado uma parcela maior da população se tivesse fechado o contrato com a empresa ainda em 2020.

A comunicação da embaixada afirma que “dirigentes da Pfizer ressaltaram ao Posto a importância de que o governo brasileiro manifeste interesse pela compra da vacina até 29/8, com base em proposta comercial apresentada aos Ministérios da Saúde e da Economia em 14/8”.

Leia mais no G1

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com