por 15:49 Sem categoria

DOBRANDINO PROPÕE GRATIFICAÇÃO AOS POLICIAIS CIVIS DE FOZ DO IGUAÇU

DOBRANDINO PROPÕE GRATIFICAÇÃO AOS POLICIAIS CIVIS DE FOZ DO IGUAÇU

O deputado estadual Dobrandino da Silva (PMDB) propôs ao governador Roberto Requião, através de indicação aprovada Assembléia Legislativa, a instituição de gratificação de localidade especial aos policiais civis que prestam serviços nos municípios situados na área de fronteira com os países limítrofes ao Paraná.

“A proposta vai proporcionar idênticas vantagens recebidas atualmente por policiais militares, através da lei 6417 (de 3/7/1973), aos policiais civis que trabalham em áreas de fronteira, especialmente na região de Foz do Iguaçu”, diz a indicação de Dobrandino encaminhada também aos secretários Luiz Fernando Delazari (Segurança Pública) e Maria Marta Lunardon. A proposta é conceder 30% sobre os vencimentos aos policiais que atuam em Foz do Iguaçu e 20% aos policiais lotados nos demais municípios de fronteira.

As atividades policiais desenvolvidas em zonas de fronteira, conforme Dobrandino, diferenciam-se das demais ações de polícia, dadas as condições e proporções destas localidades e também, da complexidade que o envolvimento de outros órgãos públicos de fiscalização e controle trazem á atividade policial.

“O trabalho diferenciado das polícias nas zonas de fronteira é público e notório, e está demonstrado através de constantes divulgações das suas atividades, através do rádio, TV e jornais. A gratificação de localidade especial de fronteira, justifica-se diante dos riscos maiores enfrentados por esses policiais que mais drogas apreendem, que mais veículos recuperam, que mais mandados de prisões cumprem, tanto no âmbito da Polícia Militar como da Polícia Civil”, sustenta Dobrandino.

O deputado aponta dados da Associação dos Funcionários e Amigos da 6ª SDP (Subdivisão Policial de Foz do Iguaçu), o número de policiais civis que trabalham na área de fronteira é menos de 5% em relação ao quadro de funcionários da instituição.

“A garantia de uma gratificação assegurada ao policial civil que atua em zona de fronteira, se constituirá em significativa e justa contribuição, resultando em ainda maior desempenho funcional, resultando em relevantes benefícios em prol da segurança pública e dos paranaenses”, completou Dobrandino.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com