por 10:32 Sem categoria

DOBRANDINO PROPÕE BANCO SOCIAL PARA FOZ DO IGUAÇU

DOBRANDINO PROPÕE BANCO SOCIAL PARA FOZ DO IGUAÇU

O deputado estadual, Dobrandino da Silva (PMDB), aprovou nesta quarta-feira (12) requerimento na Assembléia Legislativa que propõe ao governador Roberto Requião a instalação do Banco Social em Foz do Iguaçu.

O deputado estadual, Dobrandino da Silva (PMDB), aprovou nesta quarta-feira (12) requerimento na Assembléia Legislativa que propõe ao governador Roberto Requião a instalação do Banco Social em Foz do Iguaçu. “A implantação do programa de microcrédito do Banco Social tem por objetivo diminuir as desigualdades sociais e gerar crédito para quem mais precisa, estimulando a economia e impulsionando a geração de empregos através da prestação de serviços básicos”, destaca Dobrandino na justificativa enviada também ao secretário estadual do Trabalho, Nelson Garcia.

 Dobrandino aponta no requerimento que Foz do Iguaçu, face sua localização, apresenta características sócio-econômicas diferenciadas dos demais municípios paranaenses. “É imprescindível o apoio do Governo Requião para investimento na geração de empregos, absorvendo a população economicamente ativa que não possui condições de acesso ao mercado de trabalho, seja por falta de especialização, seja pela própria característica do município que não possui indústrias ou empresas de grande porte”.

 O deputado ainda sustenta que o desemprego, a falta de mão-de-obra especializada, somados à suspensão das atividades informais como os sacoleiros, levaram a cidade a altos níveis de criminalidade, causando inúmeros problemas à toda Foz do Iguaçu. “Faz-se necessário a busca de alternativas do incentivo de ações que propiciem a oferta de trabalho como pequenas empresas de cunho familiar”.

 Dobrandino observa que o trabalho autônomo tem sido fortemente desenvolvido em Foz, mas não refletem grandes mudanças. “Pois, a maior parte das vezes, são necessários pequenos investimentos para a sua concretização, através da concessão de créditos alternativos, visando a melhora da qualidade dos serviços e produtos”.

 “A instalação do Banco Social nos moldes de hoje virá de encontro com as necessidades de grande parcela da população iguaçuense”, disse Dobrandino.

 O Programa Banco Social é coordenado pela Secretaria Estadual do Trabalho. Para este primeiro ano, 127 cidades de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) vão receber R$ 40 milhões de recursos em microcrédito. “Foz do Iguaçu tem condições de fazer parte do programa pelas condições sociais e pela desaceleração de atividades como o comprismo”, disse Dobrandino.

Fechar