por 10:54 Sem categoria

DOBRANDINO APÓIA CRIAÇÃO DE FORÇA TAREFA NA REGIÃO DO LAGO DE ITAIPU

DOBRANDINO APÓIA CRIAÇÃO DE FORÇA TAREFA NA REGIÃO DO LAGO DE ITAIPU

O deputado Dobrandino da Silva (PMDB) pediu nesta sexta-feira (8) regime de urgência na votação do projeto do governador Roberto Requião que cria uma força tarefa da Polícia Militar para atuar nas 15 cidades lindeiras ao Lago Itaipu: Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Missal, Itaipulândia, Guairá, Diamante do Oeste, Entre Rios do Oeste, Marechal Cândido Rondon, Pato Bragado, Santa Helena, São José das Palmeiras e Terra Roxa.

“Não será uma força tarefa simples. Será criada uma companhia da Polícia Militar especializada, altamente equipada com lanchas, armas e viaturas de grande porte, para combater o tráfico de drogas e de armas nas águas e nas margens do Lago Itaipu em todas as cidades da Costa Oeste, incluindo Foz do Iguaçu”, disse Dobrandino.

URGÊNCIA – O projeto já foi aprovado pelas CCJ e pela Comissão de Finanças, na qual Dobrandino foi relator da proposta, e incluída na ordem do dia da sessão de quinta-feira (7). Por falta de quorum, o projeto não foi votado. “Tenho certeza que o projeto será votado nesta segunda-feira (10), nas próximas sessões de terça-feira (11) e quarta-feira (12) e seguir para sanção do governador Requião. Já há recursos, efetivo, equipamentos e condições necessárias para instalação desta força tarefa imediatamente”, destaca o deputado do PMDB.

As atividades da força tarefa – conforme o projeto – se dará pela criação da Companhia Independente de Policiamento e Operações de Fronteira com sede em Guaíra – a Força Alpha. “O governador quer a força tarefa atuando em toda a tríplice fronteira, reforçando o policiamento às margens do rio Paraná e combatendo o narcotráfico e o contrabando de armas”, disse o deputado.

EFETIVO E ARMAS – A Força Alpha vai operar com helicóptero, barcos e camionetes tração 4×4 para reprimir o tráfico de drogas e armas. O comandante da Polícia Militar, coronel Anselmo José de Oliveira, disse que a corporação vai selecionar 282 policiais militares que atuarão em cinco pelotões. “Foi feita uma seleção dentro da corporação. Os escolhidos farão um curso que se inicia no próximo do dia 11. Eles passarão cerca de um mês captando as condições específicas deste tipo de trabalho”, contou Anselmo.

A companhia será comandada por um major e dois capitães. Integrarão ainda a força policial, 11 tenentes (1º e 2º tenentes), dois subtenentes, 43 sargentos (1º, 2º e 3º sargentos), 53 cabos e 170 soldados. Entre as viaturas de grande porte, a força usará 20 camionetes traça 4×4, dois caminhões tração 4×4, 15 motocicletas trail e cinco barcos blindados de porte médio. Entre os armamentos estão metralhadoras, carabinas e fuzis de longo alcance.

“O Paraná dá mais um passo para contribuir, de forma significativa e efetiva, no combate da criminalidade na região do Lago Itaipu. Portos clandestinos usados para roubo de carro, contrabando, tráfico de armas e drogas estão com seus dias contados”, destaca Dobrandino. “O mesmo vai acontecer com os marginais que ainda atuam na região”, completou.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com