Escrito por 9:30 Sem categoria

Doação de campanha revolta médicos

Os médicos cooperados da Unimed ficaram revoltados ao descobrir que a Unimed Federação foi generosa com os irmãos Alvaro e Osmar Dias na última campanha eleitoral. É que aportou 500 mil reais – 400 mil para Alvaro e 100 mil para Osmar – e por isso os médicos estão se mobilizando para cobrar explicações da entidade. A doação para a campanha de Osmar foi no apagar das luzes do segundo turno, no dia 26 de outubro.

Os médicos não concordam com as doações até porque, atestam, seus honorários estão congelados há seis anos. Eles destacam que a Unimed Curitiba, que é a maior cooperativa médica do país, passou por sérias dificuldades financeiras na sua última gestão e não teve um único auxílio da Federação. Até por isso “nós, os médicos, deveríamos ter sido consultados através de uma assembléia, o que não ocorreu”, reclama um médico que prefere não se identificar. Curiosamente, a Unimed Federação tem como vice-presidente o médico Manoel Almeida Neto, o Maneco, ex-secretário da Saúde do governo Alvaro Dias.

Da coluna Bastidores, do www.horahnews.com.br

(Visited 2 times, 1 visits today)
Close