Escrito por 12:11 Sem categoria

Deputados debatem pedágio com o Tribunal de Contas da União

Compartilhe

A história do pedágio é mais enrolada do que novela da Globo. Ontem, mais um capítulo foi percorrido com a visita dos  deputados Elton Welter e Péricles de Holleben Mello, da bancada do PT ,  ao secretário de Controle Externo do Tribunal de Contas da União no Paraná (Secex-PR), Luiz Gustavo Gomes Andrioli, e ao o assessor da Secex-PR, Carlos Eduardo Dias Pereira, na sede do TCU, em Curitiba.

Os parlamentares entregaram ao titular da Secex cópia do Termo de Ajuste celebrado entre o Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR) e a Concessionária Rodovia das Cataratas S.A (Ecocataratas) para a duplicação da BR-277, no trecho de 14,37 km entre Medianeira e Matelândia, no Oeste do Estado.

Cópia do documento foi remetido à Alep na semana passada, em razão de pedido de informações apresentado pelo deputado Welter à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística e aprovado pelo plenário da Alep, em fevereiro.

Durante a conversa, os parlamentares lembraram o Acórdão nº 346/2012 – TCU/Plenário, que teve origem em requerimento aprovado pelo Senado, de autoria da senadora Gleisi Hoffmann, atual Ministra-Chefe da Casa Civil, para a realização de auditoria nos contratos do Programa de Concessão de Rodovias do Estado do Paraná.

O TCU determinou ao Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná que promova, no prazo de 360 dias, a revisão dos contratos firmados com as empresas concessionárias.

Com informações Diário dos Campos

 

Close