por 12:30 Sem categoria

Defesas de Requião no Jornal Verdade

Defesas de Requião no Jornal Verdade, lançado neste sábado, 19, no Boca Maldita, em Curitiba:

“Nós jovens de todo Paraná estamos conscientes dos avanços da educação pública no Paraná nestes últimos quatro anos e manifestamos o nosso apoio ao governador Roberto Requião. Neste momento algumas forças reacionárias tentam desqualificar o trabalho realizado e reconhecido pela sociedade paranaense e, principalmente, realizado para aqueles que mais precisam da ação do governo, os mais pobres, os excluídos e as minorias. Os estudantes estão com Requião”.Arilton Freres, presidente da UPE (União Paranaense dos Estudantes)

“Requião reafirma neste novo mandato o compromisso de um governo de esquerda, voltado preferencialmente aos mais pobres, com justiça e inclusão social, desenvolvimento econômico sustentado e no combate ao neoliberalismo. Temos que avançar mais ainda, mas temos que ficar atentos porque os retrógrados, os que dilapidaram o patrimônio público, os privatistas, os neoliberais, a sanha dos lucros e dos banqueiros voltaram a se rearticular depois de mais uma fragorosa derrota nas urnas”.Doático Santos, coordenador da Frente Ampla pelos Avanços Sociais e do comitê de organização do Fórum Social do Mercosul.

“O Paraná se consagra porque tem o maior salário mínimo do país. O piso mínimo não gera desemprego, só ajuda os trabalhadores a ter uma melhor renda, ao contrário do que pensavam algumas tendências políticas e econômicas. É isso que queremos: sempre manter um piso que possa ser favorável aos trabalhadores. Com isso recuperamos nossas perdas salariais. E esse piso, aliado as outras políticas de apoio e incentivo ao setor produtivo e a geração de emprego, só deram certo, só foram consagradas porque na frente, no comando do Estado, está o governador Roberto Requião”. – Sérgio Butka, presidente da Força Sindical.

“Este é o governo da moralidade, da seriedade, da ética. Estamos sendo sistematicamente atacados pelo grupo da corrupção, que quer de volta o comando do Estado para voltar a agir e a dilapidar o erário. Por isso é importante lembrar o que eles fizeram quando ocuparam o poder. E muito mais importante ainda é fazer a defesa, o embate político, do governo Requião. Esse sim que transformou o Paraná para melhor e acabou com os desmandos e a corrupção que imperou na era Lerner”. – Nizan Pereira, secretário estadual de Assuntos Estratégicos.

“É preciso lembrar que antes do Governo Requião, o Paraná era exposto na mídia nacional por conta de escândalos financeiros, como o espetacular esquema de lavagem de dinheiro com as contas CC-5 do Banestado, a CPI do Narcotráfico, os desmanches de veículos, as fraudes com precatórios, o caixa dois de campanhas políticas. Aqui também vimos nomes da cúpula dos poderes envolvidos até a medula com o crime organizado. Era o Estado posto a serviço de quadrilhas. Foi um combate incansável desde o primeiro mandato do governador Roberto Requião. Esta é uma tarefa que obriga as autoridades, mas não prescinde da participação do cidadão”. – Luiz Fernando Delazari, secretário de Segurança do Paraná.

“Esse é o governo Requião. O governo de programas de largo alcance social como a Tarifa Social da Sanepar, que torna o saneamento básico acessível a todos. Esse é o governo do programa Luz Fraterna que universaliza o acesso à energia elétrica – uma conquista da civilização que também não pode ser sonegada aos mais pobres. Esse é o governo do programa Leite das Crianças que atende 180 mil crianças com um litro de leite todos os dias. Esse é o governo do Projeto Povo e da Patrulha Escolar, que garante a segurança das crianças nas escolas. Esse é o governo da isenção do ICMS – hoje, das 217 mil empresas ativas no Estado, 150 mil estão totalmente isentas do pagamento do ICMS”. – Luiz Cláudio Romanelli, deputado estadual pelo PMDB e líder do Governo na Assembléia Legislativa

“O Paraná executa várias ações que valorizam e respeitam as mulheres, especialmente com relação à saúde, o combate à violência e à discriminação. As mulheres ampliaram significativamente suas conquistas no governo Requião. É, na verdade, uma vitória que reforça o compromisso desse governo com ações que visam à garantia dos diretos humanos e da cidadania de toda a população. Essas vitórias devem ser consagradas e por isso que defendemos o governador Requião pela valorização e defesa que ele faz das mulheres paranaenses. Elas ocupam postos muito importantes no comando do Estado. É o governo que tem mais mulheres no primeiro e segundo escalões da administração”. – Alzimara Barcelar, dirigente da Confederação das Mulheres do Brasil

“O Paraná não pode voltar atrás. O Governo Requião vai consolidar a opção que fez pelos mais pobres. Água, luz, moradia, alimentação, emprego, segurança, saúde e educação. Quando vemos os índices de desnutrição infantil caindo, quando vemos a taxa de mortalidade infantil desabando, quando vemos os filhos dos trabalhadores ascendendo à universidade, quando vemos aumentar o número de mulheres e homens com a carteira de trabalho assinada, quando vemos resultados como esses, é sinal de que estamos percorrendo o caminho certo. É sinal de que a opção que Requião fez não é apenas justa, como já se transformou em uma realidade gratificante”. – Joel Benin, presidente do PCdoB de Curitiba.

“Requião faz um governo de esquerda. E esquerda significa amor e solidariedade enquanto que a direita representa o egoísmo e o individualismo. Requião enfrenta, como poucos, a onda do neoliberalismo e da globalização e o Paraná junto com os movimentos sociais, as forças políticas progressistas e o movimento popular, é também uma frente de resistência à exploração e a ganância. É preciso que se dê um basta ao domínio dos banqueiros e do lucro que se rearticulam representados por aqueles que tentam desestabilizar as conquistas alcançadas no Governo Requião”.Claudio Fajardo, sóciologo e diretor da Biblioteca Pública do Paraná.

“Quem além de Requião se mantém ao lado dos mais pobres, dos trabalhadores, dos pequenos, dos agricultores familiares, do fortalecimento das políticas públicas de saúde, educação e segurança, da recuperação das estradas, da construção de escolas e hospitais, da criação de empregos, da isenção de impostos, do microcrédito, do fundo de aval, do programa do leite, da tarifa social da água, da luz fraterna, da recuperação do Estado, da transparência, da austeridade. Esse é Requião e por isso mesmo, por estar sempre junto ao povo, tentam atacá-lo de todas as formas”. –  João Arruda, secretário-geral do PMDB do Paraná.

"Sempre que houver movimento pelos avanços sociais, nós estaremos presentes para manter as conquistas e apoiá-las. Por isso defendemos a consolidação dos avanços sociais dos governos Requião e Lula"- Roni Anderson Barbosa, presidente da CU-PR.

"Acompanho o Requião desde o final da década de 70, na luta pela redemocratização e pelos direitos sociais. Hoje, no governo, Requião realiza ações de políticas públicas das mais avançadas e comprometidas com o interesse popular, faznedo do Paraná modelo para o Brasil"– Maria Arlete Rosa, precursora do movimento popular em Curitiba e diretora de Meio Ambiente da Sanepar.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com