Written by 16:13 Brasil

Defesa de Gleisi afirma que as delações da Lava Jato apresentam “disparates factuais”

Em um documento de 79 páginas enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (19), a defesa da presidente nacional do PT e senadora paranaense, Gleisi Hoffmann, refutou as acusações de delatores da Lava Jato que embasaram o processo que tramita no tribunal contra ela e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo. Os advogados da petista afirmaram que as declarações dos colaboradores do Ministério Público Federal apresentam “disparates factuais” e pedem sua absolvição. O papel apresenta ao relator da matéria, ministro Edson Fachin, os argumentos finais da parlamentar antes do julgamento da ação penal, uma das mais adiantadas da Lava Jato no tribunal. Segundo a Procuradoria-Geral da República, Gleisi se beneficiou de dinheiro desviado da Petrobras nas eleições de 2010. As informações são de Marcelo Rocha Época.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close