Written by 16:10 Sem categoria

Curitiba perde arrecadação de impostos pelo quinto ano consecutivo

O diagnóstico econômico apresentado na quarta-feira, 27, pelo secretário municipal de Finanças, Vitor Puppi, na Câmara de Vereadores, mostra uma queda vertiginosa na arrecadação de impostos em Curitiba, nos últimos cinco anos.

O Imposto sobre Serviços (ISS), principal fonte de arrecadação própria, deve terminar o ano com uma queda de 6,3% em relação ao ano passado, quando arrecadou R$ 1 bilhão. Em 2014, houve também uma baixa no volume arrecadado de 11%.

Segundo Puppi, o valor obtido pelo município com o ISS atualmente está R$ 119 milhões abaixo do registrado há cinco anos.

A previsão para 2018 é um crescimento de apenas 1,2% em relação a 2017. Já a estimativa para o aumento do IPTU para 2018 é de 1,1% – consolidando a menor projeção de crescimento dos últimos seis anos.

“Esses números são importantes para que todos tenhamos a dimensão real da situação da cidade”, disse Puppi.

De acordo com secretário Vitor Puppi, o diagnóstico apresentado aos vereadores na quarta-feira, 27, não demonstra ainda índices piores devido ao Plano de Recuperação de Curitiba, lançado em março, pelo prefeito Rafael Greca. “Salvou a cidade”, disse.

“Sem as medidas teríamos que ou declarar moratória ou ficar escondendo despesas no orçamento, como vinha sendo feito”, destacou Puppi, ao lembrar que o déficit orçamentário herdado para este ano é de R$ 2,1 bilhões.

Apesar do cenário caótico e da crise econômica, Puppi destacou que o município manteve os salários dos servidores em dia, antecipou a primeira parcela do 13º, não atrasou nenhum pagamento aos fornecedores este ano e já pagou ou está em processo de pagamento das dívidas inerentes ao ano passado.

O secretário sustentou, no entanto, que o cenário ainda exige cuidados constantes e aprimoramentos até que Curitiba retome sua capacidade de voltar a fazer investimentos próprios em novos projetos de desenvolvimento.

“O ajuste é progressivo. Precisamos tomar uma série de medidas, como a modernização da arrecadação tributária, por exemplo”, completou Vitor Puppi.

(Visited 8 times, 1 visits today)

Close