Arquivos

Categorias

Consideradas apologia ao crime, bravatas de Gleisi podem fulminar chances de Lula de escapar da prisão

Consideradas apologia ao crime, bravatas de Gleisi podem fulminar chances de Lula de escapar da prisão

Ucho Haddad

Nem mesmo no Partido dos Trabalhadores há quem admire a capacidade intelectual e a porção de estrategista política da senadora paranaense Gleisi Helena Hoffmann, presidente nacional da legenda.

O que há de fato entre os “companheiros” de forma quase consensual, é que Gleisi sofre de panes recorrentes dos neurônios e miopia tática. A senadora petista só chegou ao posto máximo do partido porque Lula queria na proa alguém de sua confiança e ruidosa para servir de para-raios para ele próprio. A ideia era que se alguém tem de receber a raiva da opinião pública, que seja Gleisi, jamais Lula.

Contudo, esse papel de “buldogue político” estridente, que catalisa o ódio popular, está começando a criar problemas para o próprio PT. Partidos governistas estão propensos a representar no Senado contra Gleisi Hoffmann e seu escudeiro, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), por apologia ao crime. Cenário antecipado pelo UCHO.INFO por ocasião da declaração de que seria preciso “matar gente” para prender Lula.

Senadores fundamentarão a denúncia com base na pregação de “desobediência civil” e “luta armada” para reagir a uma eventual prisão de Lula, condenado a 12 anos e um mês de detenção por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Uma denúncia dessa natureza contra Gleisi e Lindbergh, com fartos elementos probatórios, serviria apenas para ampliar a imagem de partido bandoleiro que se associa cada vez mais ao PT, por fatos como corrupção, associação a regimes espúrios e, agora, por pregação contra a ordem constituída.

Agrava a situação o fato de que a agressividade de Gleisi Helena está se revelando perigosamente contraproducente. De acordo jornalista Mônica Bergamo, do jornal “Folha de S. Paulo”, a atitude de Gleisi – e seus radicais sequazes – pode estar selando o destino de Lula como próximo hóspede do Complexo Médico-Penal do Paraná, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba, onde estão abrigados outros réus da Operação Lava-Jato.

“O STF (Supremo Tribunal Federal) mandou recado ao PT: se alguma chance existe de a corte soltar Lula caso ele seja preso, ela pode desaparecer caso a legenda suba o tom de suas críticas contra o Judiciário”, revela a jornalista.

Política, economia, cultura e bom humor no blog do Paraná.