por 18:39 Sem categoria

CONHEÇA AS PROPOSTAS DO MOREIRA PARA CURITIBA

CONHEÇA AS PROPOSTAS DO MOREIRA PARA CURITIBA

Nos últimos três anos e meio Curitiba perdeu muito em qualidade no atendimento à população mais carente. Programas educacionais e de qualificação profissional, de atendimento médico especializado, na área de segurança e principalmente no fluxo viário e de transporte coletivo estão defasados. Curitiba está há mais de 20 anos sem um projeto de cidade e é esta realidade que vai mudar com Moreira na prefeitura. Confira a seguir algumas das propostas do candidato do PMDB à prefeitura de Curitiba.

OPORTUNIDADES IGUAIS

O governo municipal precisa trabalhar para construir uma sociedade mais justa, com possibilidades iguais para todos. É necessário mudar a realidade de hoje e garantir para quem nasce em famílias pobres tenha os mesmos direitos de quem nasceu em condições favoráveis.

EMPREGO

Curitiba sempre foi uma cidade prestadora de serviços. Aqui se instalaram empresas como bancos e escritórios que precisam de trabalhadores qualificados. Hoje, quem não tem qualificação não consegue emprego, por isso vamos investir em programas de capacitação com cursos técnico-profissionalizantes nas mais variadas áreas. A criação das IFETs (Instituições Federais de Educação Técnica) será crucial para mudar esta realidade. À prefeitura precisa dar oportunidades de qualificação em parcerias com escolas técnicas públicas e privadas e com o sistema S (Sesc, Senac, Sesi).

EDUCAÇÃO INFANTIL

Priorizar a educação infantil é uma das metas da administração peemedebista em Curitiba. As creches não atendem a demanda da população (faltam mais de 45 mil vagas). As creches não podem seguir o calendário escolar já que as mães que trabalham fora têm muitas dificuldades com isso. Atualmente, 30% dos lares de Curitiba são mantidos por mulheres.

ENSINO FUNDAMENTAL

Hoje em dia é freqüente a queixa de que a qualidade das escolas varia muito de uma para outra. Os estabelecimentos de ensino devem ser iguais. Cursos de reciclagem para professores e incentivos especiais para determinadas escolas são fundamentais. Tornar a escola parte da comunidade é um trabalho indispensável, para isso é necessário mantê-las abertas nos finais de semana.

ESPAÇOS PÚBLICOS

A violência urbana está ligada diretamente à falta de espaços públicos de lazer em bairros distantes do centro. As maiores vítimas da violência estão em comunidades com pouca infra-estrutura, sem iluminação pública, sem saneamento básico, com falta de transporte coletivo e de outros aparelhos urbanos. Mais que polícia é preciso oferecer urbanização apropriada, sem esquecer da parceria com o governo estadual, unindo as ações da Polícia Militar e Guarda Municipal.

PROMOÇÃO A SAÚDE

O que ocorre hoje em Curitiba é que o poder público está tratando a doença, não está preocupado em promover a saúde. Para mudar este quadro é preciso investir na prevenção, especialmente de doenças comuns e que mais causam males e mortes, como a hipertensão arterial, diabetes, alguns tipos de câncer em mulheres e as doenças próprias da infância. A ampliação do saneamento básico é indispensável nessa conjuntura, trabalho que será realizado em parceria com a Sanepar.

CONSULTAS ESPECIALIZADAS

Outro dogma que precisa ser eliminado do sistema público de saúde está relacionado às barreiras para consultas especializadas. Hoje estas consultas demandam grandes períodos de tempo, pois dependem quase que exclusivamente do SUS. Falta uma aliança mais forte entre os hospitais universitários e a Secretaria Municipal de Saúde para ampliar esse tipo de atendimento e diminuir a fila de espera. Esta estratégia dará recursos financeiros adicionais a esses hospitais que no momento passam por crises financeiras. É preciso iniciar uma nova modalidade de atendimento à saúde, chamada Atendimento Domiciliar, mais barato que a construção de postos de saúde.

OCUPAÇÃO URBANA

Curitiba tem 250 mil pessoas na irregularidade fundiária, ou seja, que moram em áreas de risco, às margens dos rios, mananciais, linhas de trem e de alta tensão, em terrenos sem infra-estrutura urbana e sem documentação. Este problema só poderá ser enfrentado com medidas que garantam o financiamento de casas para a população de baixa renda e criando áreas de alívio social para evitar novas invasões. O reassentamento de uma família que mora às margens de um rio é mais caro que a construção de casas em áreas preparadas. Nos últimos 40 anos a Cohab de Curitiba construiu apenas 13 mil moradias populares. Somente agora, que recebeu dinheiro do governo federal é que está aumentando o número de construções.

TRANSPORTE COLETIVO

A realidade do transporte coletivo de Curitiba está muito longe daquela mostrada à exaustão nos comerciais patrocinados pela Prefeitura. Apenas 15% da população que moram ao lado da canaleta do expresso, utilizam o ônibus para se deslocar. O número de passageiros/dia era maior em 1986 que é hoje. Faltam ônibus que demoram muito. O transporte coletivo precisa ser revisto, a começar pelo fato de que é possível e necessário aprimorar o que já existe. É necessário implantar linhas diretas ao centro e vice-versa, principalmente nos horários de pico, além da criação de novas linhas.

PARQUES LINEARES E ÁREAS POLIESPORTIVAS

A falta de planejamento da ocupação urbana de Curitiba contribuiu significativamente para a classificação do Rio Iguaçu como o segundo mais poluído do Brasil. Para mudar este quadro é necessário construir parques lineares tornando as notícias de mortes por afogamento nas clavas coisa do passado. A criação de áreas de lazer e esporte junto às escolas com quadras poliesportivas contribui para o afastamento dos jovens dos perigos a que estão expostos nas ruas de Curitiba.

PARTICIPAÇÃO POPULAR

A anulação, pela prefeitura, da última Conferência das Cidades de Curitiba é uma afronta às associações de moradores, associações de bairros e movimentos sociais organizados. A prefeitura precisa reconhecer e fazer valer as decisões coletivas, que vão ao encontro dos interesses da população.

MEIO AMBIENTE

Curitiba precisa deixar de ser a capital ecológica só nas campanhas de marketing e nos comerciais de televisão. É preciso que a prefeitura implante programas e ações para reverter o quadro de degradação dos nossos rios. A regularização fundiária vai possibilitar ligações adequadas em redes de esgoto e saneamento, fundamental para mudar o atual quadro da poluição que não afeta só os rios, mas a saúde da população ribeirinha aos rios.

INTEGRAÇÃO NA METROPOLITANA

Curitiba não pode mais viver ilhada em meio às populações que formam a região metropolitana, o que a torna uma grande metrópole. Não é possível mais possível entendê-la ou tratá-la como uma cidade única, os problemas daqui são comuns às comunidades que nos cercam. É necessário um aprofundamento das relações entre os municípios da região metropolitana para implementação de políticas conjuntas de atendimento aos problemas sociais.

UM PROJETO PARA CURITIBA

Curitiba não pode mais continuar sem um projeto que atenda plenamente as novas necessidades de sua população. Ela precisa de um projeto que atenda sua gente, aquelas pessoas que vivem, trabalham, constroem suas famílias, que lutam por uma cidade mais justa, com oportunidades iguais para todos. Uma cidade menos violenta, mais humana e mais solidária.

por 18:32 Sem categoria

CONHEÇA AS PROPOSTAS DO MOREIRA PARA CURITIBA

Nos últimos três anos e meio Curitiba perdeu muito em qualidade no atendimento à população mais carente. Programas educacionais e de qualificação profissional, de atendimento médico especializado, na área de segurança e principalmente no fluxo viário e de transporte coletivo estão defasados. Curitiba está há mais de 20 anos sem um projeto de cidade e é esta realidade que vai mudar com Moreira na prefeitura. Confira a seguir algumas das propostas do candidato do PMDB à prefeitura de Curitiba. Veja matéria na íntegra aqui
Fechar