por 16:03 Sem categoria

COMPOSTURA, MINISTRO

COMPOSTURA, MINISTRO

PMDB DE CURITIBA REPREENDE STEPHANES

Compostura, ministro. É com profundo pesar e vergonha que o PMDB de Curitiba, vem a público, repreender a manifestação descabida e infiel do ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes.

Compostura, que o dicionário da língua portuguesa explica como decoro, dignidade, honestidade exterior e asseio, é o termo adequado que encontramos para exigir respeito ao nosso partido, nossos filiados, militantes e à nossa história. Falamos com a autoridade do diretório municipal que tem depositada a ficha de filiação do ministro, onde o mesmo se compromete a cumprir os estatutos e o programa da legenda peemedebista.

Disse o cidadão Reinold Stephanes que o prefeito da grã-finagem curitibana, Beto Richa, é imbatível nas eleições municipais deste ano e que o PMDB não tem estrutura e organização para enfrentá-lo.

Disse também que o governador Roberto Requião não terá como influenciar o pleito, transferindo apoio e voto para o candidato peemedebista. É certo que a avaliação do senhor ministro não é digna de crédito, pois ele sempre erra. Foi assim na avaliação da eleição do presidente Lula que ele não apoiou e julgou derrotado.

Que atitude feia, Stephanes. Jogar-se despudoradamente no colo desse grã-fino Beto Richa que representa o entulho do neoliberalismo incrustado na prefeitura de Curitiba. É claro que não foi uma declaração ingênua ou impensada. Foi uma declaração para retribuir o apoio que o seu neto – candidato à vereador por uma legenda que não a nossa – vem recebendo, desde logo, da atual administração municipal.

Seu comportamento ministro, que queremos receber como uma recaída político-ideológica, remonta aos tempos em que serviu ao regime militar, ou então, aos governos de direita que sempre serviu e serviu-se, visto que se aposentou aos 43 anos de idade. Mudou a orientação do governo mas percebe-se que não mudou o seu comportamento oportunista, pois, não deixou de acomodar-se em nova ‘boquinha’ fazendo mais valia no PMDB do Brasil.

Este inconformismo com sua ‘atitude despudorada’ será por nós informado ao presidente Lula e à Comissão Executiva Nacional do PMDB. Não pense que haverá espaço para trairagem e infidelidade dentro de nosso partido. Compostura, decoro e dignidade Sr. Ministro.

Xô, entulho do neoliberalismo.

Vamos remover a grã-finagem do Beto Richa que insiste no descompasso dos governos sociais do Paraná e do Brasil.

Curitiba, março de 2008

Doático Santos – Presidente do PMDB de Curitiba

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com