por 14:30 Sem categoria

Como foi a compra de votos

A assessoria jurídica da coligação Paraná Forte vai pedir a cassação da candidatura de Osmar Dias sob acusação de compra de votos. Aconteceu em Rio Branco do Sul, no domingo, cidade onde o ex-prefeito foi cassado pelo mesmo crime. Até um dos personagens é o mesmo, João da Brascal. João e um tal de Amauri, distribuíam vales numerados para quem quisesse participar do comício do Osmar. No final, quem tinha o vale ganhava comida de graça. Foram abatidos 15 bois para lotar o evento e garantir uns votos para o candidato. Por causa de um aviso de que haveria uma fiscalização do TRE, os organizadores avisaram que iriam transferir a distribuição para outro local, próximo dali. Segundo os advogados da coligação Paraná Forte, há imagens de longas filas e de pessoas indo embora do churrasco com pratos e sacolas cheias de comida.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com