por 13:25 Sem categoria

COMITÊ DEMOCRACIA DIRETA DA BOCA MALDITA SERÁ INSTALADO NESTE SÁBADO, ÀS 11 HORAS, EM CURITIBA

COMITÊ DEMOCRACIA DIRETA DA BOCA MALDITA SERÁ INSTALADO NESTE SÁBADO, ÀS 11 HORAS, EM CURITIBA

“Fazemos democracia todos os dias do ano sem precisar pedir licença para ninguém”. Com esta frase será instalado no calçadão da Avenida Luiz Xavier o Comitê Democracia Direta da Boca Maldita. Numa articulação da Frente Ampla pelos Avanços Sociais, o ato público inaugural do comitê acontecerá neste sábado (7), às 11h, em frente ao Café da Boca.

“Palco de grandes eventos democráticos que marcaram a vida política do Paraná, a Boca Maldita vai mais uma vez dar uma lição de cidadania, mostrando que a portaria do juiz eleitoral Benjamin Acácio de Moura e Costa, da 178ª Zona Eleitoral, que impõe restrição à livre manifestação nesse espaço tradicional, será solenemente ignorada”, disse o coordenador da Frente Ampla, Doático Santos.

Ele também informou que o evento deste sábado será conduzido em conjunto com a Confraria da Boca Maldita, através do seu presidente Ygor Siqueira que na oportunidade estará distribuindo uma carta subscrita pelos dois mil cavalheiros da confraria que mantém há mais de 30 anos o jantar anual de 13 de dezembro. “A Boca Maldita tem 52 anos de história. Foi palco de grandes manifestações democráticas, suprapartidárias, de comícios e manifestações inesquecíveis como o comício do presidente Getúlio Vargas, o das Diretas Já e da manifestação pelo Fora Collor”, disse Siqueira.

O presidente da Boca Maldita disse ainda que a lei municipal 6450/83, do vereador Aziz Domingo, institui o espaço como tribuna livre, de funcionamento das 8h às 22h. “Essa tribuna é chamada Vereador Arlindo Ribas de Oliveira e não pode ser cerceada por uma portaria de juiz eleitoral”, disse Siqueira.

APOIO AOS RECURSOS JUDICIAIS

As medidas jurídicas que contestam a portaria restritiva do juiz eleitoral têm todo apoio da Frente Ampla. “Entretanto, não iremos esperar qualquer correção para depois restabelecer aquele espaço democrático. Vamos desde sábado iniciar o debate e a campanha eleitoral na vanguardista Boca Maldita”, disse Doático Santos.

“O Juiz que se atenha aos abusos do poder econômico, isto sim, papel compatível com os preceitos do exercício democrático previsto na Constituição Federal”, completa. A Boca Maldita, reitera Doático, não precisa de licença pra falar, panfletar ou exibir propaganda. “O nosso calçadão é a síntese da democracia. Liberdade para a campanha eleitoral”.

Fechar