Written by 20:26 Sem categoria

Coluna Lendo a Lê, de Letizia Abbate Fiala, publicada hoje n’A Gazeta do Iguaçu

APAC
Mudança na presidência da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Foz do Iguaçu – Apac. Luciane Ferreira deixa a presidência deixando um legado de extrema importância ao órgão, vez que lhe deu credibilidade e atuação. Alexandre Calixto assume a entidade. Outro grande nome com experiência na área que imprimirá ritmo acelerado e efetivo aos objetivos da Apac. Grandes amigos, grandes profissionais que felizmente a Terrinha está sabendo aproveitar. Tamo junto !

NO ALVO
Pontos para a coluna que acertou em todas as modificações e novas indicações do prefeito Reni. Ainda aguardamos a Secretaria de Governo (Airton José de Jesus), Planejamento (Rodrigo Becker) e a Procuradoria, que, pelas informações recebidas Willi Dolinski, advogado de carreira e Procurador, exercerá o cargo transitoriamente face ao “pedido” de exoneração do procurador-geral, Acir Bueno de Camargo.

ÓTICAS DIFERENCIADAS
Por maior que seja o respeito que nutro pelo Dr. Acir, considerando seu caráter e conhecimento, sempre soube, e ele também, o quão difícil seria estar à frente da Procuradoria Geral de Foz. Dr. Acir cumpriu até a aposentadoria a carreira de promotor público. Antes disso, engrossou as fileiras do Colégio e da Polícia Militar. As duas circunstâncias delimitam a ação deste profissional. Exige muito a mudança de ótica. E ela tem que existir, pois quem sempre desenvolveu o pensamento de controlar a Administração Pública, partindo muitas vezes da máxima que tudo se faz errado no poder público, quando assume função executiva, tem que fazer, não contra a lei, mas aprender a usá-la para proporcionar ao administrador a possibilidade de satisfação do interesse público. Caso contrário, a Procuradoria vira sinônimo de negatividade e as coisas começam a acontecer sem a participação – e conhecimento desse imprescindível órgão.

E A BATATA CONTINUA ASSANDO…
E a prova da dificuldade de encarar a Procuradoria-Geral do Município é que, como já informamos, respeitados profissionais já foram convidados, mas sabem o quanto a batata tá quente!

100 FRONTEIRAS
Um abraço 100 Fronteiras para Lilian Grelmann. Formada em Direito quando tive oportunidade de tê-la como aluna (aplicadíssima) preferiu os caminhos da Comunicação para exercitar seu profissionalismo e simpatia, plantando e solidificando a sua revista que chega a centésima edição. Sei o quanto é difícil essa tarefa em nossa Terrinha mas também sei que Lilian é guerreira e tem sangue paraguaio que a torna incansável. Parabéns amiga, extensivo ao Carlos e toda a família que, além de tudo, forma uma equipe de primeira. Vida Longa e … Tamo junto!

(Visited 6 times, 1 visits today)

Close