Escrito por 08:54 Brasil, Política

Coluna de segunda,, 30

Compartilhe

Dr. Rosinha
A convenção do PT confirmou o ex-deputado federal para o Palácio Iguaçu e a ex-prefeita de Curitiba Mirian Gonçalves para o Senado. A vice pode ser entregue para o PCdoB, que estuda a proposta de aliança. Na reunião, sábado (28), em Curitiba, três candidatos se apresentaram para o Senado, mas apenas a candidatura de Mirian será levada adiante. “Segundo petistas de carteirinha, há um acordo branco entre o PT e o senador Roberto Requião (MDB) para a indicação de apenas um nome”, anotou o blogueiro Fernando Tupan.

Chapa
Mesmo diante das dificuldades enfrentadas pelo partido nos últimos anos, incluindo o impeachment de Dilma Rousseff e a prisão de Lula, o PT do Paraná conseguiu montar chapas de candidatos a deputado federal e estadual – 40 indicados para cada cargo. Caso vingue a aliança com o PCdoB, o número de postulantes pode aumentar.

Apoios
Enquanto Osmar Dias tem dificuldades em receber apoios, os outros dois principais pré-candidatos ao Governo do Paraná capitalizaram, no final de semana, adesões importantes. O PMN do prefeito de Curitiba Rafael Greca e do deputado estadual Dr. Batista, confirmou apoio a reeleição da governadora Cida Borghetti (PP).

PR
Já o deputado estadual Ratinho Júnior (PSD), recebeu a confirmação do PR. Em convenção sábado (28), em Cascavel), o partido liderado pelo deputado federal Fernando Giacobo, apresentou sua chapa de candidatos a deputado federal e estadual e espera agora o ok do PRB.

Beto Richa
Na convenção o PMN definiu que irá apoiar o ex-governador do PSDB na disputa ao Senado, se somando ao PSB.

Tou fora
Um dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal, que há muito fala em se aposentar antes de completar 75 anos de idade como manda a lei, surpreendeu os colegas com uma confissão. Segundo Ricardo Noblat, na Veja, ele disse que se o deputado Jair Bolsonaro (PSL) se eleger presidente, deixará o tribunal ainda este ano para que seu substituto seja imediatamente indicado pelo governo.

Fora II
Não quer que a indicação caiba a Bolsonaro, que por sinal anda falando que dobrará o atual número de ministros do Supremo para poder nomear quem se afine com ele.

Definição
O PRTB também definiu, no final de semana, seu rumo no pleito de 7 de outubro. Vai de Geonísio Marinho para Governo do Estado, com Paulo Nori de vice. Para o Senado foram definidos Rodrigo Reis, filho da vereadora do DEM, Julieta Reis, e José Maria Boni.

Musa
A legenda terá na primeira suplência para o Senado, a “Musa da Lava Jato “, Rafaela Pilagallo.

Close