0 Shares 193 Views

Coluna Boca Maldita deste sábado, 12

12 de setembro de 2015
193 Views

Estatais sem selos de “bons pagadores”
O Santandard & Poor’s (S&P), que no início da semana rebaixou o grau de investimento do Brasil, acaba de tirar o selo de “bons pagadores” de cinco estatais brasileiras. São elas a Itaipu Binacional, Petrobras, BNDES, Caixa e Banco do Brasil. A lista traz, no total, 24 empresas e 12 bancos brasileiros na mesma situação.

itaipu

Economia ruim afeta companhias
A decisão mostra como a piora da economia do país afeta a vida das companhias. Com a perda do grau de investimento, as empresas devem encontrar mais dificuldades no acesso a mercados e crédito mais caro.

Copel fora
Orgulho dos paranaenses, a Copel aparece entre as melhores do país no rankink de grau de investimento da S&P. Em todo país, nove empresas de energia elétrica foram rebaixadas e perderam o selo de “boas pagadoras”. Na lista de risco, além de Itaipu, aparecem Eletrobras, Companhia Energética do Ceará, Elektro, Aliança, Neoenergia, Companhia de Eletricidade da Bahia, Companhia Energética do Rio Grande do Norte e Companhia Energética de Pernambuco.

Rock e solidariedade
A galera que agita no rock n roll e na cultura alternativa de Foz do Iguaçu se uniu para ajudar os desabrigados da chuva e da queda de granizo do início da semana. O grupo programou para o próximo dia 20 (domingo), no Balinas Pub, uma apresentação especial para arrecadar donativos ou dinheiro. A programação inclui apresentação das bandas Bronca e Jack Black, além de uma jam session com vários músicos se revezando no palco. Serão 400 ingressos a venda.

Defesa Civil avalia
Por falar em atingidos pelas chuvas, já está em Foz o soldado Silvio Rodrigues Correia, que é representante da Defesa Civil do Estado e será o responsável pela auditoria técnica do levantamento da situação de emergência decretada pelo prefeito Reni Pereira. A análise é importante para o reconhecimento oficial dos estragos. A deputada Claudia Pereira recepcionou e acompanhou o soldado na reunião com vereadores, na noite de quinta (10).

A fila vai andar
Coordenadores do movimento pró-impeachment de Dilma Rousseff se reuniram com Eduardo Cunha (PMDB-RJ) após o lançamento do grupo na quinta-feira (10). Segundo a Folha de S.Paulo, o presidente da Câmara sinalizou que não vai “sentar em cima” dos requerimentos pela saída da presidente –entre eles o protocolado por Helio Bicudo, que foi abraçado pelo grupo.

Prefeito quer salário menor
O prefeito de Peabiru, Claudinei Minchio encaminhou ofício à Câmara de Vereadores sugerindo a redução do próprio salário e do vice-prefeito em 50% e 80% respectivamente. A medida, se aprovada, passa a vigorar a partir da gestão de 2017. O salário atual dele é R$ 13.093,46 e do vice R$ 5.391,60. Com a redução passam para R$ 6.546,73 e R$ 1.078,32.

Perto de dois dígitos
A inflação oficial, medida pelo IPCA, acumulada em 12 meses, ficou em 9,53% em agosto deste ano. A taxa é superior ao teto da meta do governo federal para este ano, que é de 6,5%. Segundo o IBGE, em julho, o IPCA acumulado em 12 meses, chegou a 9,56%.

Excesso de impostos
Nem precisava, mas um dia após o ministro Joaquim Levy (Fazenda) acenar com a possibilidade de novos impostos dizendo acreditar que “a população brasileira pode ser compreensível” a respeito desta questão, pesquisa do pelo Instituto Data Popular mostra que a realidade é outra. Sete de cada dez brasileiros acham que pagam muitos impostos.

Mais impostos
A pesquisa, divulgada pelo jornalista Fernando Rodrigues, mostra ainda que uma parcela semelhante dos brasileiros (72%) acredita que haverá aumento de tributos até o próximo ano. O maior descontentamento da população em relação aos impostos, diz o levantamento, é a ausência de retorno em serviços públicos. 69% concordam com a afirmação “não vejo retorno nos impostos que eu pago”.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.