0 Shares 495 Views

Coluna Boca Maldita desta terça, 06

6 de março de 2018
495 Views

Guarda Nacional
Não é de hoje que o ingresso de drogas e armas e o contrabando de cigarros e eletrônicos pelas fronteiras preocupa as autoridades do Brasil. Após a intervenção militar no Rio de Janeiro, e a criação do Ministério da Segurança Pública, o governo federal prepara mais uma medida para combater a violência. De acordo com o Correio Braziliense, já está em fase conclusiva estudos para a criação da Guarda Nacional, instituição militar permanente, focada no policiamento das fronteiras e no gerenciamento de crise nos estados.

Fronteira II
A fronteira com o Paraguai (foto) é um dos focos da preocupação. A intenção é criar uma tropa intermediária entre a Polícia Militar estadual e as Forças Armadas. O ministro Raul Jungmann já tratou do tema com o presidente Michel Temer.

Fronteira III
O Brasil tem 16 mil quilômetros de fronteira e a PF não consegue cuidar de toda extensão. Os “buracos” na fiscalização abrem espaço para a entrada de produtos ilícitos que financiam o crime organizado.

Sem aumento
Os usuários do transporte coletivo de Foz do Iguaçu estão tendo que desembolsar R$ 0,10 a mais desde ontem (05). Em Curitiba, o prefeito Rafael Greca garantiu que não haverá reajuste. “(…) “a tarifa ficará estável, desde que não dê prejuízo ao sistema. Vamos buscar a eficiência da gestão compartilhada para combater a evasão de passageiros, que impacta na arrecadação”, disse.

Tou fora!
“Hoje decidi não disputar as eleições ao Senado. Desde o dia em que aceitei o convite feito pelo Alvaro Dias, a impressão que me faltaria a verdadeira vocação em exercer um cargo legislativo começou a surgir. Sou profissional liberal de origem acadêmica, empresário e a única função pública que exerci foi no poder executivo, como prefeito de Londrina”. Do ex-prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, adiantando que não pretende se candidatar este ano.

Scarpelini, adeus!
Morreu na madrugada de ontem o primeiro suplente de deputado federal, ex-deputado estadual, ex-prefeito de Apucarana, secretário especial do governo do Paraná e superintendente do Ibama, José Domingos Scarpelini. Ele tinha 67 anos e lutava há seis contra um câncer.

Moro fora?
O jornalista Kiko Nogueira, do Diário do Centro do Mundo, informou ontem que o juiz Sérgio Moro, pediu exoneração do cargo de professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR). “Ele apresentou uma requisição formal nesta segunda, dia 5. Não é preciso declinar a razão no documento”, anotou.

Fora? II
“Em 2016, Moro saiu de licença”, lembra Nogueira. “Especulou-se que fosse para estudar nos EUA, o que acabou não ocorrendo. A expectativa era de que ele deixasse de lecionar para se dedicar exclusivamente à Lava Jato. Doutor em Direito pela Universidade, o juiz faz parte do quadro da UFPR desde 2007. Ministra a disciplina de Direito Processual Penal”, conclui.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.